Início » Arquivos para Tulio Lemos » Página 4

Tulio Lemos


CARLOS EDUARDO MANTÉM LIDERANÇA, MAS PAULINHO FREIRE CRESCE10 PONTOS

  • por
Compartilhe esse post

A nova pesquisa eleitoral realizada pela Datavero/98 FM, divulgada no programa Repórter 98, na noite de ontem (26), traz novos números de intenções de votos na cidade de Natal, agora incluindo Paulinho Freire (UB) apresentado no início de maio como “o candidato do prefeito Álvaro Dias (Republicanos)”, a oficialização da pré-candidatura de Rafael Motta pelo Avante, e os nomes apresentados à disputa pelo PSOL e PSTU.

Na avaliação estimulada, o pré-candidato Carlos Eduardo (PSD) tem 36,40% das intenções de votos, Paulinho Freire apresenta 20,30%, Natália Bonavides (PT) é citada por 12,5% dos entrevistados, Rafael Motta (Avante) tem 4%, Camila Barbosa (PSOL) apresenta 2,40% e Nando Poeta tem 0,40%. Dos entrevistados, 19% responderam nenhum e 5% não sabem ou não responderam.

Em comparação com a pesquisa realizada pela Datavero em março, quando ainda não tinha sido definido o apoio do prefeito a Paulinho Freire, o pré-candidato Carlos Eduardo caiu de 41,55% para 36,40%. Já o deputado Paulinho Freire apresentou crescimento de quase 10 pontos percentuais, indo de 10,74% para 20,30%. Natália Bonavides permanece na mesma margem, com um pequeno crescimento de pouco mais de um ponto percentual, indo de 11,33% para 12,50%. Já Rafael Motta, após sair do PSB e lançar pré-candidatura pelo Avante, caiu de 5,27% para 4%.

A pesquisa também apresentou os apoios que cada um dos candidatos deverá ter durante a campanha. Os resultados foram basicamente os mesmos, com pequenas variações para mais, ou para menos, o que pode indicar que os apoios podem não influenciar os votos já estabelecidos pelos eleitores. Os entrevistados responderam da seguinte forma:
Carlos Eduardo com apoio da senadora Zenaide Maia (PSD) tem 34,80% das intenções de votos; Paulinho Freire com apoios do prefeito Álvaro Dias (Republicanos) e do senador Styvenson Valentim (Podemos), 21,20%; Natália Bonavides, com apoios de Fátima Bezerra (PT) e do presidente Lula (PT) apresenta 13,10% das intenções; Rafael Motta, com apoios de lideranças do Avante fica com 3,70%; Camila Barbosa, com apoio de lideranças do PSOL tem 2,60%; e Nando Poeta com apoio de lideranças do PSTU 0,30%.

Espontânea
Na sondagem espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, Carlos Eduardo tem 16,20% dos votos, Paulinho Freire foi citado por 5,10% dos entrevistados, Álvaro Dias foi lembrado por 4,50% dos natalenses, Natália Bonavides foi citada por 3,20% dos entrevistados. Ainda não sabe ou não responderam, 59,30%; e nenhum, 9,60%.

Styvenson Valentim ainda foi citado por 0,40%, Rafael Motta e Rogério Marinho por 0,30%, cada um.

Rejeição
Em relação à rejeição, a candidata Natália Bonavides continua na liderança, com 24,90%. Paulinho Freire é o segundo, rejeitado por 11,40% dos natalenses. Ele vem seguido de Carlos Eduardo, que apresenta 8,60% de rejeição, Rafael Motta, com 7,20%, Camila Barbosa, 6,70% e, por último, Nando Poeta, que é rejeitado por 3,40% dos entrevistados. No ítem ‘Não votaria em nenhum’ responderam 20,80%, não sabem ou não responderam, 13,50% e ‘votaria em todos’, ou seja, não rejeita nenhum, 3,50%.


Compartilhe esse post

GESTÕES DE ÁLVARO DIAS, FÁTIMA E LULA SÃO DESAPROVADAS PELA POPULAÇÃO

  • por
Compartilhe esse post

A pesquisa 98 FM/ Datavero, divulgada nesta quarta-feira (26), no programa Repórter 98, questionou os entrevistados sobre as gestões municipal, estadual e federal.

Os índices de aprovação e desaprovação do presidente Lula (PT) estão tecnicamente empatados.

Dos entrevistados, 44,20% dos natalenses desaprovam; 43,90% aprovam e 11,90% não sabem ou não responderam.

Em relação à pesquisa de março, a aprovação de Lula caiu, de 45,53% para 43,90%. Enquanto isso, a desaprovação cresceu, de 41,35% para 44,20%.

Sobre a gestão de Fátima Bezerra (PT) à frente do Governo do RN, 67,10% desaprovam, 24,30% aprovam e 8,60% não sabem ou não responderam.

Comparando com março, a gestora estadual vê crescer a desaprovação em quase sete pontos percentuais. Naquele momento, 60,64% desaprovavam a gestão, contra os 67,10% atuais. A aprovação de Fátima também caiu, de 29,03% para 24,30%.

Já a gestão do prefeito de Natal, Álvaro Dias (Republicanos), é desaprovada por 51,40% da população natalense. Já 36,30% aprovam e 12,30% não sabem, ou não responderam.

A avaliação negativa do gestor de Natal, assim como os demais, cresceu. No caso do prefeito, subiu cerca de oito pontos percentuais: de 43,24% para 51,40% que desaprovam a gestão. A aprovação teve queda de 39,76% para 36,30%.

Foram entrevistadas 1.000 pessoas nos dias 24 e 25 de junho. A margem de erro é de 3% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o nº RN-07262/2024.


Compartilhe esse post

CAMPO GRANDE PAGOU COMBUSTÍVEL SUFICIENTE PARA DAR 23 VOLTAS NA TERRA

  • por
Compartilhe esse post

Campo Grande é um município de menos de 10 mil habitantes, 9.730, mas a despesa da administração pública com combustíveis tem registrado gastos maiores que nos primeiros cinco meses de 2023. De janeiro a maio deste ano, foram gastos R$ 740 mil com combustível. Foram 119.859 litros de combustível no período, entre gasolina e diesel. Os dados foram retirados do Portal da Transparência do município.

Considerando que 41.706 litros de gasolina percorrem 417.060 km, é possível dar 10 voltas ao redor da terra, que tem perímetro aproximado de 40.000 km. Considerando que 89.313 litros de diesel percorrem 535.878 km, é possível dar 13 voltas ao redor da terra, que tem perímetro aproximado de 40.000 km. Somando veículos movidos a diesel e os movidos a gasolina, o total é de 23 voltas ao redor da terra.

No ano passado, quando os combustíveis tinham valores mais altos, a prefeitura municipal de Campo Grande registrou gastos de R$ 560.428,87 com diesel e gasolina.

Em 2024, a secretaria de Transportes foi a que utilizou maior quantidade de diesel. Foram 49.967 litros do combustível, e 8.265 litros de gasolina. A secretaria de Saúde foi a que utilizou mais gasolina: 22.612 litros. De diesel, foram 12.391 litros. Já a secretaria de Educação registrou 2.405 litros de gasolina e 26.955 de diesel. A secretaria de Assistência Social só registrou gastos com gasolina: 5.395 litros. Da mesma forma, o Gabinete do prefeito Bibi de Nenca (MDB) inseriu 3.029 litros nos cinco meses de 2024.

Municípios mais extensos, como Ceará-Mirim, que tem uma população quase 10 vezes maior que Campo Grande, com 79.015 habitantes, teve gasto inferior, de R$ 674 mil no mesmo período.


Compartilhe esse post

NATAL TEM MAIOR NÚMERO DE PACIENTES DIABÉTICOS ENTRE CAPITAIS NORDESTINAS

  • por
Compartilhe esse post

A diabetes mellitus, conhecida popularmente apenas como diabetes, é caracterizada pelo aumento dos níveis de glicose no sangue, resultante da incapacidade do corpo de produzir insulina suficiente ou de utilizá-la de forma eficaz.

Segundo o levantamento da pesquisa Vigitel de 2023 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), Natal lidera entre as capitais do Nordeste em número de casos da doença e está em quarto lugar no ranking nacional de pacientes com diabetes.

Em entrevista ao Diário do RN, o endocrinologista Ricardo Arrais enfatizou a importância dos hábitos saudáveis, como manter peso saudável através de boa alimentação, atividade física regular e sono adequado, sendo a melhor forma de evitar a diabetes: “Não há prevenção imunológica nem medicamentos eficientes para evitar a doença, tanto no tipo 1 como no tipo 2. A melhor prevenção é evitar ou reverter a obesidade, principalmente em pessoas com histórico positivo de diabetes de tipo 2 na família”.

Existem dois tipos principais: o tipo 1, onde o corpo não produz insulina, geralmente provocada pela destruição autoimune das células beta do pâncreas, que acomete perto de 10% dos casos, e o tipo 2, que é a forma mais comum e acontece pela diminuição da resposta (resistência) à insulina, surgindo principalmente provocada pela obesidade, correspondendo a cerca de 90% dos casos, outras formas, por defeitos monogênicos, ou secundários a outras doenças, respondem por 2-3% dos casos restantes. Ambos os tipos requerem atenção constante e cuidados para evitar complicações sérias, como doenças cardíacas, derrames, problemas nos olhos, rins e nervos.
Segundo o endocrinologista, os sintomas são mais claros e evidentes para o diabetes de tipo 1, que tem maior incidência em indivíduos jovens, e apresentam perda de peso, mesmo se alimentando até mais que o habitual, muita sede e aumento da diurese (urina). Por outro lado, a de tipo 2 leva meses ou anos para se instalar e levar a sintomas, que são mais leves, como cansaço, perda de peso gradual, períodos de mais sede e também aumento de diurese.
Ricardo Arrais explica que já era previsto que a diabetes fosse um dos maiores desafios do século 21 e que o avanço tecnológico da humanidade acarretaria em malefícios para o corpo humano.

“Já se previa, no final do século 20, pelo aumento evidente da obesidade em todas as faixas etárias, que a consequência esperada seria o aumento do diabetes, hipertensão, e assim as complicações vasculares, como infarto agudo e AVC, além de alguns tipos de câncer”, afirma o endocrinologista.

A melhor estratégia para combater a obesidade é focar na prevenção, especialmente em crianças e jovens. “Identificar e reverter precocemente quadros de obesidade pode prevenir ou ao menos retardar o desenvolvimento do diabetes. Quando a doença se manifesta em idades mais jovens, sua progressão e as complicações associadas tendem a ser mais rápidas e agressivas”, declara o médico que tem como principal área de atuação a Endocrinologia Pediátrica.

Conscientização
Nesta quarta-feira, 26 de junho, celebra-se o Dia Nacional da Diabetes Mellitus, uma data estabelecida pelo Ministério da Saúde em colaboração com a Organização Mundial da Saúde (OMS), dedicada à conscientização sobre uma das condições de saúde mais prevalentes e desafiadoras da atualidade.

Esta iniciativa visa educar a população sobre a prevenção, o diagnóstico precoce e o manejo adequado dessa doença crônica que afeta milhões de pessoas em todo o mundo e no Brasil atinge 10,2% da população brasileira, conforme dados da pesquisa Vigitel Brasil 2023.

O endocrinologista Ricardo Arrais reforça o papel de ações voltadas ao combate à doença com ferramentas que possam ajudar na descoberta de novos casos e evitar o tratamento tardio da Diabetes. “Campanhas de conscientização e mobilização em datas especiais como campanhas onde glicemias capilares, a da ponta de dedo, podem identificar pessoas com glicemias alteradas, que devem ser confirmadas em dosagem laboratorial”, afirma o médico.


Compartilhe esse post

NOVAS LINHAS DE CRÉDITO SÃO ABERTAS EM PARCERIA DA FECOMERCIO E AGN

  • por
Compartilhe esse post

A Federação do Comercio/RN conseguiu viabilizar junto a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN) convênio de operação técnica para oferecer empréstimos financeiros a empresas dos segmentos do Comércio, de Bens, Serviços e Turismo em todo o Estado.

Para o presidente Marcelo Queiroz, da Federação do Comércio do RN, “A assinatura deste convênio representa um marco importante para o desenvolvimento das empresas do nosso Estado. A disponibilidade de crédito é essencial para que nossos empreendedores possam investir em seus negócios, gerando emprego e renda para a população. Esta parceria com a AGN fortalece nossa missão de apoiar o crescimento econômico do Rio Grande do Norte”.

O objeto do convênio firmado entre a Fecomercio e a AGN é fomentar e desenvolver a economia local por meio de apoio financeiro aos empreendedores desses setores. O documento estabelece que a Federação do Comércio irá divulgar as linhas de crédito da AGN junto aos sindicatos filiados e seus associados, além de encaminhar potenciais interessados e disponibilizar espaços físicos para eventos de divulgação e contratação de crédito. Por sua vez, a AGN será responsável por realizar o cadastro dos proponentes, fazer visitas prévias quando necessário, viabilizar a contratação das operações de crédito e o acompanhamento da aplicação dos recursos liberados.

AGÊNCIA DE FOMENTO
Sobre o convênio firmado com a Fecomercio, a diretora-presidente da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte, Márcia Faria Maia, disse que “Estamos comprometidos em oferecer condições de crédito favoráveis aos empresários do Estado, contribuindo diretamente para a expansão dos setores de comércio, serviços e turismo. A união com a Fecomércio/RN potencializa nossa capacidade de alcançar e atender um número maior de empreendedores”.

O convênio firmado entre a Fecomercio/RN e a AGN, visa não apenas facilitar o acesso ao crédito, mas também acompanhar e garantir a correta aplicação dos recursos, assegurando que os objetivos de desenvolvimento econômico e social sejam plenamente atingidos.


Compartilhe esse post

ARRECADAÇÃO DO ESTADO RECUA 0,9% EM MAIO COMO REFLEXO DE REDUÇÃO DO ICMS NO RN

  • por
Compartilhe esse post

A previsão de impacto negativo nas finanças públicas do Rio Grande do Norte, provocado pela redução da alíquota básica do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) de 20% para 18%, teve o primeiro indicador de confirmação. Em maio, as receitas próprias do Estado sofreram uma queda de 0,9%, com um total arrecadado de pouco mais de R$ 726 milhões, valor inferior aos R$ 732 milhões recolhidos em maio do ano passado. O responsável pela queda de receitas foi a diminuição no recolhimento do principal imposto estadual, que encerrou o mês com um recuo de 1,4% em relação a maio de 2023, chegando ao volume de R$ 643,8 milhões.

“A diminuição já era esperada e, mais uma vez, as nossas previsões se confirmaram. A gente vinha alertando que, no primeiro mês de confronto entre a alíquota modal de 20% no ano passado com a de 18% em vigor atualmente desse ano, haveria uma queda. A nossa projeção é que esses resultados se repitam nos próximos meses, com uma arrecadação do ICMS, se não negativa, muito próxima do que em 2023”, estima o secretário de Fazenda do RN, Carlos Eduardo Xavier.

Os números foram divulgados, nesta terça-feira (25), pela Secretaria de Fazenda do Rio Grande do Norte (SEFAZ-RN), com a publicação da sétima edição do Boletim Fazendário do RN, um demonstrativo mensal das finanças do estado. O informativo está disponível no Portal da Fazenda Estadual (www.sefaz.rn.gov.br), na seção “Boletins”.

Os dados apresentados na publicação dão uma dimensão do desafio que a equipe econômica do governo terá de enfrentar daqui para frente para equacionar as contas públicas, principalmente, considerando que, até o ano passado, a Receita Estadual lidava com um ritmo médio de crescimento mensal de 15% no volume recolhido apenas com o ICMS, tributo que representa quase 90% na composição das receitas próprias do estado.

Contabilizando os montantes obtidos com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (R$ 77,9 milhões) e com o Imposto sobre Transmissão “Causa Mortis” e Doação de Quaisquer Bens e Direitos (R$ 4,3 milhões), a arrecadação própria do Rio Grande do Norte terminou maio com o volume de R$ 726,1 milhões, quase 1% menor que a arrecadação no mesmo o mês do ano anterior.

A redução de 1,4% dos recursos obtidos com o ICMS é a segunda do ano – em março a arrecadação já havia caído 3,8% – e não leva em consideração as perdas inflacionárias. Em maio de 2024, a inflação acumulada no Brasil nos últimos 12 meses foi de 3,93%, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo IBGE.

Repasse aos municípios em baixa
As prefeituras também estão sentindo nas contas os reflexos da redução da alíquota modal, traduzidos em diminuição dos recursos recebidos do estado. De acordo com os números do Boletim Fazendário, o volume de repasses para os municípios potiguares apresentou em maio uma redução de 2,7% no comparativo com o mesmo período do ano passado – R$ 6,9 milhões a menos – e somou R$ 220,7 milhões no quinto mês de 2024.

O montante referente ao ICMS, que representou 80,5% do volume total das transferências do mês, registrou uma baixa de 3,8% em maio em relação ao mesmo mês do ano passado, chegando a R$ 177,6 milhões.


Compartilhe esse post

98 FM VAI DIVULGAR HOJE NOVA PESQUISA DATAVERO SOBRE ELEIÇÃO PARA PREFEITO

  • por
Compartilhe esse post

A campanha eleitoral na capital do Estado já começa a ganhar definições graças aos apoios de lideranças às chapas que vão se consolidando e a população tomando conhecimento desses acontecimentos, uma vez que o pleito eleitoral vem despertando o interesse de parcela considerável do eleitorado, que tem buscado acompanhar os resultados das pesquisas eleitorais registradas nos últimos dias.

O líder de todas as pesquisas já registradas e publicadas em Natal, o ex-prefeito Carlos Eduardo, tem o apoio definido da maior liderança de seu partido (PSD) que é a presidente estadual, senadora Zenaide Maia; enquanto que a pré-candidata do PT, deputada Natália Bonavides, receberá os apoios expressivos do presidente Lula e da governadora Fátima Bezerra; da mesma forma, o pré-candidato Paulinho Freire está contando com o apoio do prefeito Álvaro Dias, dos senadores Styvenson Valentim e Rogério Marinho e do ex-senador José Agripino. Ainda entre os pré-candidatos já anunciados para disputar a Prefeitura de Natal estão o ex-deputado Rafael Motta, que vai contar com o apoio das lideranças estaduais do Avante; da mesma forma que acontecerá com as pré-candidaturas de Camila Barbosa (PSOL) e Nando Poeta (PSTU), que receberão os apoios das militâncias partidárias.

PESQUISA
Com o quadro praticamente definido em torno dos apoios e com os candidatos fazendo mobilizações políticas internas, é que a 98 FM contratou os serviços profissionais do Instituto de Pesquisa DataVero para a realização de pesquisa eleitoral no município de Natal. O levantamento dos dados em campo foi realizado entre segunda e terça-feira (24 e 25/06), sendo concluída na noite de ontem a coleta do material. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral – TRE, na última quinta-feira, 20, sob o n° RN-07262/2024 como permite a legislação, obedecendo todas as exigências do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, quando foram ouvidos 1.000 eleitores distribuídos equitativamente por todos os bairros da capital.

O Instituto DataVero utiliza plataforma de geolocalização para a realização do levantamento de campo, sem utilizar papel em nenhuma etapa do trabalho, originando um material produzido todo em formato digital e gravado em seu sistema.

O resultado da pesquisa DataVero/98FM será divulgado nesta quarta-feira, 26, a partir das 18h, no programa Repórter 98, apresentado pelos jornalistas Felinto Rodrigues Filho, Tiago Rebôlo e Georgia Nery.


Compartilhe esse post

DEPUTADOS FEDERAIS DO UNIÃO BRASIL OFICIALIZAM APOIO À SALATIEL DE SOUZA

  • por
Compartilhe esse post

“Reafirmamos apoiar aqueles que tiveram com a gente em 2022, e nós então vamos apoiar Salatiel”. Esta declaração, dada pelo deputado federal Paulinho Freire (UB), nesta terça-feira (25), oficializa o apoio dos deputados federais do União Brasil a pré-candidatura de Salatiel de Souza (PL) a prefeito de Parnamirim. Salatiel é o candidato do prefeito Rosano Taveira (Republicanos), que foi aliado aos deputados em 2022. A parceria permanece em 2024. A coletiva, que foi marcada pelos deputados Paulinho e Benes Leocádio (UB), na sede do PL, acabou sendo concedida por telefone à imprensa natalense.

“Meu compromisso em Parnamirim é com o bloco de amigos que nos apoiaram em 2022, respeitando a divergência do diretório local, que é autônomo, que é constituído legalmente para tomar uma decisão pelo que a gente está fazendo. Até então era uma candidatura da vice-prefeita Kátia Pires e com a discussão com o presidente estadual do partido, colocamos que deveria ser respeitada a nossa aliança e construir os nossos mandatos de deputado federal”, explicou Benes.
Segundo Paulinho, não existe dissidência ou brigas no partido, mas há divergência em Parnamirim: “Vamos ficar apenas com essa divergência aí no município de Parnamirim, porque nós estamos retribuindo os votos que nós tivemos em 2022. Não existem brigas no partido, não existe dissidência, não existe nada. O que nós estamos fazendo é retribuindo o voto que nós tivemos em 2022”.

Benes explica que conversou com o presidente do seu partido, José Agripino (UB): “Colocamos para o nosso presidente que continuaríamos ao lado daqueles que nos ajudaram a eleger nossos mandatos”.

Segundo os dois, não há “problema nenhum com Kátia” e afirmam que se ela fosse candidata “seria diferente”: “mas ela anunciou aliança e nós fomos votados aí por esse grupo e estamos retribuindo o apoio que eles nos deram para essa eleição, então essa é a nossa decisão”.

Kátia Pires, presidente municipal do União Brasil em Parnamirim, havia anunciado pré-candidatura própria, mas depois retirou seu nome e fechou aliança com o Solidariedade, se colocando como candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pela professora Nilda.

Os dois parlamentares do União Brasil afirmam que o contexto de cada município é diferente e que é necessário respeitar as decisões locais: “Até porque a política é constituída por decisões de cada liderança nos municípios em que somos apoiados. Nós temos apoio das várias agremiações partidárias constituídas hoje, e assim devemos também respeitar as decisões entre nós. Então vejo porcentagem zero de divergências maiores”, afirma Benes Leocádio.

Questionado se vai para a rua acompanhar o pré-candidato do PL em Parnamirim, o deputado Benes responde: “Já estava e continuarei o meu projeto em Parnamirim ao lado do prefeito Taveira”.

Salatiel
Salatiel de Souza, que esteve presencialmente na coletiva, nega racha entre o PL e o União Brasil: “Muito pelo contrário, estamos juntos em várias cidades, mas há municípios que cada partido tem a sua identidade própria a gente sabe respeitar. O que importa é que esse grupo estará unido aqui em algumas cidades agora em 2024 e eu tenho certeza todos juntos em 2026”.

Ele se diz “alegre” com a oficialização do apoio dos deputados federais Paulinho Freire e Benes Leocádio à sua pré-candidatura. Segundo ele, os parlamentares já fazem parte do grupo. “Na realidade o que eles estão fazendo é um ato de retribuição ao grupo político que ajudou na eleição de Paulinho Freire e na reeleição do deputado Benes Leocádio”.

Taveira Júnior: “O grupo está unido com Benes e Paulinho apoiando Salatiel”

Reafirmando que não vê de forma positiva a falta de diálogo entre ele e o presidente estadual do seu partido, José Agripino, o deputado Taveira Junior também falou durante a coletiva: “Hoje a gente está vendo aí que o grupo está unido, como Salatiel disse agora, com a presença do deputado Benes e o deputado Paulinho, que reafirmou o compromisso com o prefeito Taveira e agora nos apoiando na chapa que é Salatiel, como pré-candidato a prefeito”.

Taveira Júnior chegou a falar ao Diário do RN, em maio, sobre a falta de diálogo do diretório municipal e estadual do União Brasil com ele, deputado estadual da sigla, para as tomadas de decisões. A reclamação incluía principalmente Parnamirim.

Apesar de não ser ouvido, ele diz que a relação com José Agripino é boa: “A relação continua a mesma. O presidente é ele, ele toma algumas decisões e em Parnamirim existe o diretório municipal, que tomou essa decisão de acompanhar a outra candidata, mas eu não tinha como sair do apoio do prefeito, que é meu pai”.

Segundo Taveira Júnior, as conversas com Benes e Paulinho aconteceram há cerca de 30 dias, bem antes da retirada da pré-candidatura própria do União Brasil, com Kátia Pires. Ele disse que não existiram conversas sobre possibilidade de apoio dos deputados a outras siglas. “Eu conversei já faz mais de 30 dias, tanto com o Benes, como com o Paulinho, e eles reafirmaram o apoio à pré-candidatura de Salatiel”.


Compartilhe esse post

“NENHUM DEPUTADO DECLAROU APOIO. FOI INVENCIONICE DO POVO DE TAVEIRA”

  • por
Compartilhe esse post

Apesar do anúncio dos deputados federais, na visão do presidente estadual do União Brasil no RN, José Agripino, está tudo “1.000% certo” dentro do partido em Parnamirim e no Rio Grande do Norte. Em conversa com o Diário do RN, nesta terça-feira (25), o ex-senador afirma que o apoio dos deputados federais do União Brasil, Benes Leocádio e Paulinho Freire, à pré-candidatura de Salatiel de Souza, do PL, “não existe” e é “completamente fora da realidade”. Agripino complementa: “Foi invencionice do povo de Taveira e companhia”.

O ex-senador, que se refere ao prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira (Republicanos) e ao seu filho, deputado Taveira Junior, que é do mesmo partido de Agripino. Os dois articularam o apoio dos deputados ao pré-candidato do PL, que, em Parnamirim, é oposição ao União Brasil. José Agripino, inclusive, em tom de superioridade, descarta conversar com o deputado Taveira: “Você acha que eu vou debater com deputado estadual? Com todo respeito. Era só o que faltava”.

Taveira Júnior chegou a reclamar ao Diário do RN de falta de diálogo do partido com ele, em relação às tomadas de decisões partidárias no seu município.

Sobre os deputados federais do partido, o líder partidário afirma que antes da coletiva dos dois parlamentares, se reuniu com eles por cerca de 1h30. O que foi garantido, a partir daí, foi que Paulinho Freire e Benes Leocádio “liberem” seus eleitores em Parnamirim, que são correligionários do prefeito Taveira, para apoiarem o candidato do prefeito, Salatiel de Souza.


Compartilhe esse post

PRÉ-CANDIDATO, GIAN OLIVEIRA QUERTRABALHAR A PAUTA DA ALIMENTAÇÃO

  • por
Compartilhe esse post

Paixão e vocação pela política são as motivações principais para Giann Oliveira (PL) se colocar como pré-candidato a vereador em Natal. Filho do ex-vereador de Natal, Assis Oliveira, Giann, aos 46 anos, se filiou o PL para buscar seu primeiro mandato eletivo, apresentando como bandeira principal o reaproveitamento alimentar. A questão alimentícia é a segunda motivação do chef de cozinha.

“Resolvi ser candidato, primeiro, por paixão e vocação pela política, o segundo, por ter uma preocupação constante com o desperdício de alimentos que há em nossa cidade. Com o meu conhecimento, sei que podemos transformar insumos que são jogados no lixo em comida aos que precisam”, explica.

O cozinheiro tem uma trajetória de empreendedorismo de mais de 10 anos como chef da Pimenteria Gourmet, sendo responsável pelo preparo das refeições e realização de eventos. A experiência também é utilizada para auxiliar as comunidades ligadas a paróquias de Natal. Giann chefia a produção de alimentos em eventos beneficentes a convite das paróquias em bairros periféricos de Natal. Os eventos chegam a atingir positivamente centenas de pessoas em comunidades como Passo da Pátria e Mãe Luiza, onde aconteceram os últimos eventos.

Oliveira ainda acrescenta que Natal tem pontos que merecem atenção especial. Para ele, é necessário dar atenção às lagoas de captação e reestruturação das praças da cidade. Segundo ele, alguns bairros da cidade sofrem com “odor e insetos” ocasionados pela falta de manutenção.

Casado com a namorada de adolescência, Luciana Coutinho, há 20 anos, é pai de dois filhos que o “enchem de orgulho”, João Vitor de 20 anos e Giovanna Maria, de 10 anos. Irmão do empresário e comunicador, Bruno Giovanni (BG), Flávio Pisca e de Rodrigo Oliveira, conhecido como Bocão, se define “um cara humilde que planta amizades e um cara amigo”.

Como pré-candidato do PL, Giann estará no palanque do pré-candidato a prefeito Paulinho Freire, nome apoiado pelo bolsonarismo em Natal. “Já estou apoiando e trabalhando muito para eleger Paulinho Freire”, afirma.

“Minha decisão pelo PL foi muito fácil. Partido que mais me identifico pelos ideais que defende, principalmente pela defesa


Compartilhe esse post

STYVENSON CRITICA POSTURA DE GONÇALVES NA ELEIÇÃO DE NATAL: “INCOERÊNCIA DELE”

  • por
Compartilhe esse post

O senador do Podemos Rio Grande do Norte, Styvenson Valentim, que estabeleceu relação de amizade com o presidente estadual do PL, Rogério Marinho, disse que “é estranho” ver o deputado federal do Partido Liberal, Sargento Gonçalves, em foto com Carlos Eduardo (PSD), pré-candidato a prefeito opositor de Paulinho Freire (UB), que é apoiado pelo PL e pelo Podemos de Styvenson Valentim.

“Não se trata de ser de extrema direita e dizer que o outro lado não presta, não serve para nada, que é tudo ladrão e agora estar agarrado com um cara que nega até mesmo o presidente deles. É estranho. Eu recebi com estranheza a notícia dele”, disse em conversa com a reportagem o Diário do RN.

Sargento Gonçalves esteve ao lado de Carlos Eduardo em evento de lançamento da pré-candidatura a vereador de Cícero Martins (PP). O deputado vem contrariando a decisão do seu presidente partidário, Marinho, discordando da aliança estabelecida na capital pelo PL, em apoio a pré-candidatura do União Brasil, Paulinho Freire. Segundo Gonçalves, o colega deputado federal não representa os valores da extrema direita, defendida pelo Bolsonarismo.

Styvenson lembra reunião que acontecera em 2023, na casa de Marinho, em Brasília, com a participação de representantes de partidos como PL, União Brasil, Podemos, PSDB e o Sargento, na ocasião, já declarou que não concordava com nenhum dos partidos presentes, exceto o PL, porque não seguiam o “raciocínio defendido pelo partido deles”.

“Não acho incoerência nem com o partido não, incoerência é com ele mesmo. Ele sabe o que eles defendem. Se ele declarar apoio a Carlos Eduardo, se ele está lá perto de Carlos Eduardo, ou se algum candidato dele apoiado por ele faz parte da junção com o Carlos Eduardo é incoerência. Eu não posso falar por ele, para mim ele toma a decisão que se quiser, ele faz o que quiser da vida dele, ele vai se acertar com os eleitores dele”, afirma.

O senador do Podemos compara a situação com o processo de mudança de postura que ele mesmo passou ao longo dos últimos anos na política, explicando que seu posicionamento ideológico não mudou, somente a postura de aceitar alianças com políticos e prefeitos a partir do cumprimento de promessas e execução de recursos liberados com transparência.

“Não foi mudança de deixar de fazer arminha para fazer o L”, insinuou. E complementa: “Pelo contrário. Eu nem ligo para a minha ideologia, a minha ideologia é seguir meu a minha metodologia, minha metodologia defesa do patrimônio seguro e execução de obras em tempo adequado, em tempo rápido (…) Eu não sou apadrinhado político por ninguém, eu não sigo uma bandeira daquela linha e tiro foto com gente que não tem a mesma linha, entendeu?”.

“Ele falou alguns pontos que concordei, outros discordo”, diz Gonçalves sobre Carlos Eduardo

“Fui para o lançamento da pré-candidatura do Cícero Martins, que é um amigo, e inclusive está ainda servidor do nosso gabinete até este mês. E não poderia deixar de ir em consideração a ele.

Quando cheguei lá, o pré-candidato Carlos Eduardo estava presente e participamos já democraticamente fala, falei sobre a direita, sobre os valores da direita, os princípios que nós defendemos, conservadores, o pré-candidato Carlos Eduardo também usou a palavra, falou alguns pontos que eu concordei, outros discordo mas de forma respeitosa. Eu acho que foi um momento democrático né?”, afirmou o deputado federal Sargento Gonçalves à reportagem do Diário do RN, sobre o momento que o uniu em mesmo evento ao candidato do partido Social Democrático (PSD), Carlos Eduardo.

No entanto, garante que isso “não representa nenhum tipo de declaração de apoio à pré-candidatura dele”. Gonçalves disse que continua sem pré-candidato a prefeito em Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante.

Na mesma linha, afirma que sua presença em Parnamirim, ao lado de Salatiel de Souza, na inauguração da sede do PL local, no último sábado (22), também não representa definição: “Eu fui para inauguração da sede do PL em Parnamirim e deixei muito claro lá, fui em consideração ao vereador Gabriel que é presidente municipal do partido e o PL é o meu partido. É o partido ao qual eu faço parte. Apesar do partido a nível de estado, em alguns municípios estar tomando algumas decisões que eu que eu discordo, e é natural divergência dentro de qualquer partido, mas é o meu partido”, afirma

Para ele, enquanto o PL estiver sendo coerente com as pautas conservadoras, com o bolsonarismo, ele permanecerá na legenda, mas continua “sem candidato”.
“Eu continuo defendendo a ideia da pré-candidatura própria nessas três cidades”, define.


Compartilhe esse post

PRESIDENTE DO MDB CHANCELA TRAIÇÃO DE PRÉ-CANDIDATOS CONTRA NATÁLIA E O PT

  • por
Compartilhe esse post

No último sábado (22), o pré-candidato a prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PSD), esteve no lançamento de pré-candidatura a vereador de Luiz Ribeiro, que é MDB, partido de Walter Alves, vice-governador, aliado do PT da governadora Fátima Bezerra (PT). O MDB, inclusive, pleiteia a indicação do vice na chapa com a pré-candidata a prefeita de Natal, Natália Bonavides (PT). No entanto, no sábado, Júlio Protásio, presidente do MDB em Natal, estava ao lado de Carlos Eduardo na mesa do evento.

Segundo ele, entretanto, sua presença, a convite do pré-candidato Luiz Ribeiro, ao lado do opositor de Natália Bonavides, aconteceu em apoio e “respeito” aos pré-candidatos do seu partido que decidiram não seguir a orientação do seu partido, mas defender o candidato do PSD por questões ideológicas.

“O MDB possui uma nominata plural em toda Natal. Em uma reunião recente, a deputada federal Natália conversou com 40 pré-candidatos do MDB. Alguns pré-candidatos do MDB, por pauta ideológica ou conservadora, optaram pelo pré-candidato Carlos Eduardo. Por isso, o presidente do PSD e eu, como presidente do MDB, estivemos presentes no evento de Luiz Ribeiro, por convite feito pelo pré-candidato”, explicou ao Diário do RN.

Mesmo chancelando a traição dos pré-candidatos do MDB, Protassio garante que não há aliança política entre o PSD e o MDB em Natal, e nem apoio do presidente à candidatura que trabalha para derrotar a aliada do seu partido.

“Estamos em partidos diferentes, mas sempre manteremos uma convivência respeitosa. O evento foi do pré-candidato Luiz Ribeiro, jovem líder evangélico do bairro Planalto, e não um evento do MDB. Não vejo possibilidade de aliança entre PSD e MDB devido à posição do presidente estadual Walter Alves, vice-governador e aliado da governadora Fátima”, reafirmou.

Protassio tem um passado de alianças com Carlos Eduardo, mas ressalta que a relação é pessoal, e não política: “Não tenho dificuldade em conversar ou dialogar com Carlos Eduardo. Fui seu líder na Câmara Municipal e, dos três mandatos que tive em Natal, dois foram durante sua gestão como prefeito”, diz Protasio, complementando que tem “respeito e admiração por ele, e somos amigos pessoais”.

Julio Protasio garante que vai manter o respeito à liderança do presidente Walter Alves e que a aliança estadual vai ser mantida em Natal: “Seguirei a liderança do presidente estadual do MDB, Walter Alves, no pleito municipal. Deveremos repetir aliança estadual entre Walter e a governadora Fátima em Natal”.


Compartilhe esse post

SEMINÁRIO DISCUTE LIXÃO DE NATAL; SEGURANÇA AÉREA MERECE ATENÇÃO

  • por
Compartilhe esse post

O lixo produzido pela população da Grande Natal está novamente no centro das atenções. Desta vez, como tema do seminário “20 Anos do Fim do Lixão de Natal: Avanços e Retrocessos”. O evento acontece hoje, das 8h30 às 12h30, no Auditório do Museu de Minérios do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), campus de Natal.

A atividade tem como objetivo resgatar a história do Forno do Lixo, como era chamado o antigo lixão no bairro de Cidade Nova, desativado em 2004. A unidade foi transformada em estação de transbordo. Porém, mais que debater a atual situação do espaço ou as perspectivas para o amanhã, fica também um alerta que não é de hoje: o risco de acidentes aéreos.

Aviação em perigo
Na região Metropolitana, por exemplo, a preocupação vai além de questões sociais, humanas, econômicas e ambientais. Não é de agora que os lixões a céu aberto são um risco iminente para a segurança da aviação e, consequentemente, um perigo também para todos que residem no entorno do Aeroporto Internacional Aluízio Alves. E engana-se que a preocupação envolve apenas o município de São Gonçalo do Amarante, onde fica o terminal. Extremoz, com 76% do seu território inserido na Área de Segurança Aeroportuária; Ceará Mirim com 35%; Natal e Ielmo Marinho com 30% cada; Macaíba com 28,99%; Parnamirim com 20% e Taipu (0,78%), também estão no perímetro de atenção.

O alerta faz parte de um relatório de vistoria, documento anexo a um Inquérito Administrativo envidado ainda em 2021 à 28ª, 45ª e 71ª Promotorias de Justiça do Meio Ambiente de Natal. À época, o aeroporto ainda era administrado pelo Consórcio Inframérica. Hoje, após processo de relicitação, o aeroporto foi leiloado e arrematado pela Zurich Airport International AG.

Relatório
A partir da avaliação aeroespacial realizada nos pontos de amostragem nas Áreas de Segurança Aeroportuária (ASAs), e de atividades de fiscalização previamente realizadas, foram mapeadas zonas de risco para a aviação nos aeródromos se São Gonçalo do Amarante e de Natal, com ênfase no risco da fauna, principalmente de urubus e garças. Foram observados vários urubus sobrevoando, um indicativo de que os resíduos descartados não são derivados só de construção civil, mas existem resíduos comuns que provocam atração de fauna. Foram contabilizados cerca de trinta urubus-de-cabeça-preta (Coragyps atratus) e mais de quarenta indivíduos de Garça-vaqueira (Bubulcus ibis). Um outro ponto amostral, ainda mais preocupante é justamente a Estação de Transbordo de Natal – ETN, considerado pelo relatório como “um verdadeiro lixão a céu aberto! ”

“Localizado na interseção das ASAs dos dois aeródromos, a zona de risco da ETN impacta diretamente a rota de entrada de aeronaves do aeródromo SBNT e está muito próxima a rota de aproximação do mesmo aeródromo. Além disso impacta indiretamente as movimentações do SBSG, provocando atração para fauna em sua área de ASA. No local foram registrados mais de quarenta urubus-de-cabeça-preta (Coragyps atratus) e mais de duzentos e oitenta (280) indivíduos de Garça-vaqueira (Bubulcus ibis) ”, destaca trecho do documento.

Douglas Fabiano Verela trabalhou na Companhia de Serviços Urbanos de Natal (URBANA) e foi precursor na Comissão Perigos Aéreos do Aeroporto, que produziu o relatório. “Os lixões causam um risco grande para a aviação. Desde 2019 que a nossa comissão realizava palestras nas comunidades no entorno no aeroporto de São Gonçalo do Amarante alertando e tentando conscientizar a população sobre o correto descarte do lixo, justamente para não atrair animais”, disse ao Diário do RN.

“Somente na Zona Norte de Natal, ainda de acordo com Douglas, foram detectados mais de 100 pontos de descarte irregular de lixo foram somente na Zona Norte de Natal. Encontramos muitas queimadas em vegetação, exploração irregular de madeira e queima de lixo também, queima de animais mortos. Tudo isso atrai urubus. E a aves que são um problema quando elas estão na rota das aeronaves”, destacou.

Risco iminente de colisões
“Diante dos vários pontos de não conformidades encontradas na vistoria descrita, se faz necessário que sejam acionados o CENIPA e os órgãos ambientais municipais e estadual, com intuito de informar a situação de risco iminente de colisões de aves-problema com aeronaves nas ASAs dos aeródromos de SBSG e SBNT, sendo urubus e garças o maior risco. Isso pode ocasionar um sinistro de grande magnitude, caso ações individuais e ou em parceria entre as autoridades competentes, não forem executadas para resolver ou mitigar a problemática do descarte inadequado de resíduos sólidos nos locais amostrados, conforme a legislação.

Dessa forma, mediante a legislação e regulamento descritos nos parágrafos anteriores, solicitamos providências acerca dos “lixões a céu aberto” na avenida das Seringueiras, ao lado da Vicunha e às margens de estradas vicinais em Nordelândia, pois estes têm constantemente atraído espécies-problema para a aviação, gerando risco de colisão dessa fauna com aeronaves que se deslocam em uma rota de saída do aeródromo de São Gonçalo do Amarante/RN (SBSG) próximo aos referidos locais”, conclui o relatório.

Fim da concessão
O tema lixão também foi recentemente abordado pelo Diário do RN. No dia 23 de maio, a reportagem questionou o que vai acontecer com milhares de toneladas de lixo produzidas diariamente na capital potiguar, uma vez que o prazo de concessão pública para uso do aterro localizado no município de Ceará-Mirim, área que recebe todo o resíduo gerado em Natal, está acabando e que também está chegando ao fim a vida útil do próprio aterro.

Vale lembrar que a empresa Marquise adquiriu a concessão da Braseco ano passado, mesmo sabendo que faltava apenas um ano para o contrato acabar. A movimentação gerou especulações sobre os interesses por trás da compra, especialmente considerando que o aterro de Ceará-Mirim está no fim de sua vida útil e localizado em uma área de segurança aeroportuária. A proximidade com o aeroporto de São Gonçalo do Amarante tornaria ilegal a continuidade do aterro, devido aos riscos significativos para a segurança aérea.

O empreendimento ocupa uma área total de 900 mil metros quadrados, sendo 600 mil metros quadrados destinados à descarga de resíduos sólidos e semissólidos. O dimensionamento de projeto é para o recebimento de 1.300 toneladas de resíduos por dia.

Em seu site, a Braseco alega que a escolha do local de instalação do aterro sanitário foi bastante criteriosa, “de forma que pudesse cumprir as exigências normativas e critérios contratuais, e atender amplamente o maior número de municípios e outros clientes da região”.

Ao Diário do RN, na ocasião, a assessoria de comunicação da Marquise acrescentou que “O Grupo Marquise atua no setor de gestão de resíduos há mais de 30 anos e é o segundo maior player do Brasil nesse segmento. O grupo analisou todos os riscos, contratos existentes e as séries de possibilidades que se abrem com a aquisição. Com esta operação, o Grupo Marquise poderá oferecer a toda região metropolitana de Natal uma oportunidade de os municípios terem um equipamento com tecnologia de ponta como alternativa, especialmente por se tratar de uma empresa com grande expertise em tecnologias para tratamento de gás”.


Compartilhe esse post

FESTAS JUNINAS AQUECEM VENDAS E DEVEM SUPERAR FATURAMENTO DE 2023

  • por
Compartilhe esse post

Junho é mês de festa no Nordeste e as tradições que atravessam séculos movimentam também a economia. No Alecrim, principal centro comercial da capital potiguar, o período junino é um dos mais esperados pelos comerciantes. “Do camelô, ao ambulante, lojistas e feirantes, todos estão satisfeitos com as vendas”, afirma o presidente da Associação dos Empresários do Bairro do Alecrim (AEBA), Matheus Feitosa, trazendo números que considera animadores: “A expectativa é que, em junho e julho, o Alecrim venda mais que no ano passado, em torno de 5% à 6% à mais.

Calculamos que, nesses 2 meses, o Alecrim fature 4 milhões de reais ou mais, tendo em vista que em julho ocorrem muitos eventos juninos também e é período de férias escolares”.

Além de esse já ser, tradicionalmente, um período que sempre vende muito bem, o presidente da AEBA também destaca a atuação do Sistema Fecomércio na atração de consumidores e o consequente impulsionamento das vendas: “Esse ano o comércio do Alecrim e Cidade Alta foram presenteados com o São João do Comércio através do apoio e fomento da Fecomércio RN, SESC e SENAC. Desde o início de maio capacitamos pessoas que já trabalham no comércio e outras que buscam vagas de trabalho no período junino”.

TRADIÇÃO GARANTIDA COM FORRÓ, ALEGRIA E PAU DE SEBO
As ações de rua do São João do Comércio tiveram início no último dia 07 de junho, no Alecrim e Cidade Alta. Matheus Feitosa conta que a programação está sendo “protagonista também em proporcionar o clima junino com muita música boa, forró e alegria por onde passa nas lojas, passando por dentro do camelódromo e nas calçadas”.

E em um mês onde tradição é palavra de ordem, uma brincadeira antiga se repete a mais de três décadas no Alecrim: o pau de sebo, uma brincadeira de origem portuguesa que se resume a resgatar a prenda presa no alto de um mastro escorregadio. Esse ano, o evento ocorre no próximo sábado (22), a partir das 10h da manhã, no cruzamento da Avenida 2 (Rua Presidente Bandeira) com a Avenida 7 (Rua dos Caicós).

“Convidamos todos para comprar no comércio local, incentivar o crescimento da nossa cidade e proporcionar mais investimentos que são benefícios para a população da cidade, do Alecrim e Cidade Alta”, finaliza Feitosa.

VELHOS PROBLEMAS
Mesmo comemorando o sucesso nos negócios, os empresários do Alecrim chamam atenção para problemas que dificultam o acesso ao bairro e, por vezes, até espantam a clientela. Alguns são temporários, outros se arrastam de longas datas. “Temos algumas barreiras que entregamos já faz uns meses que é a interdição parcial da ponte de Igapó, a falta de um estacionamento rotativo e o ordenamento urbano que ainda não aconteceu no Alecrim. Mas, mesmo assim, diariamente – e principalmente quinta, sexta e sábado – as ruas do comércio estão cheias de clientes comprando e pesquisando as melhores ofertas para o período junino”.

SÃO JOÃO NA CIDADE ALTA
Grupo “Rei do Baião”, de Cidade da Esperança, e Quinteto do Forró farão cortejo pelas ruas do Centro animando consumidores e comerciantes.

Além do Alecrim, as intervenções artísticas do São João do Comércio 2024, promovido pela (Fecomércio RN), também contemplam a Cidade Alta e, na tarde desta sexta-feira (21) as ruas do bairro entram no clima de um verdadeiro arraiá, a partir das 16h, com a animação da Quadrilha Tradicional Rei do Baião.

Os casais que compõem a quadrilha, de Cidade da Esperança, sairão do Sesc Rio Branco em cortejo pelo Centro, juntamente com o Quinteto do Forró, grupo que está animando o comércio e clientes no Alecrim e Cidade Alta, desde 7 de junho. Eles seguem até a Rua João Pessoa, onde ocorrerá uma apresentação.


Compartilhe esse post

UFRN E IFRN ENCERRAM GREVE; NA UFERSA, MAIORIA VOTOU POR MANTER A PARALISAÇÃO

  • por
Compartilhe esse post

Com 78 favoráveis, 56 contrários e uma abstenção, profissionais da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) decidiram, na tarde desta quinta-feira (20), permanecer em greve. A posição será enviada ao Comando Nacional de Greve do Andes/SN.

Também nesta quinta-feira, professores da UFRN e servidores do IFRN optaram pelo fim das paralisações. Na UFRN, a decisão foi tomada por plebiscito. A consulta online iniciou na quarta-feira (19) e encerrou às 17h desta quinta (20). 1.760 docentes participaram da votação que teve 61,48% dos votos pelo retorno das atividades, 36,59% pela continuidade do movimento grevista e 1,93% se abstiveram.

A diretoria do ADURN (Sindicato que representa os docentes da UFRN) já havia se posicionado, na última terça-feira (18), orientando a categoria a votar pelo encerramento da paralisação. Entre os motivos apontados pelo sindicato, justificando o posicionamento, estão a assinatura do Termo de Acordo pelo PROIFES-Federação, garantindo aos professores e professoras o reajuste linear de 9%, em 2025, e de 3,5%, em 2026, reestruturação das carreiras do Magistério Superior e do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), além de outros benefícios e o anúncio feito pelo Governo de investimentos de mais de R$5 bilhões para a consolidação e expansão das universidades e dos hospitais universitários federais.

Representantes dos docentes devem se reunir, ainda nesta sexta-feira (21), com a reitoria da UFRN para discutir o ajuste do calendário acadêmico e a expectativa é de que as aulas retornem já na segunda-feira (24).

IFRN
Os servidores do IFRN também decidiram, nesta quinta-feira (20), aprovar as propostas do governo para a reestruturação de carreiras, condicionando o fim da greve à assinatura do acordo.

Para a categoria também deve constar no documento as propostas que foram apresentadas pelo governo na última mesa, mas que ainda não constam no texto enviado pelo Ministério da Gestão e Inovação (MGI). A assembleia aconteceu de forma híbrida, no Campus Natal do IFRN. 891 servidores votaram, sendo 528 foram favoráveis ao fim da greve, 328 foram contrários e 35 se abstiveram.


Compartilhe esse post

COM CRÍTICAS SOBRE A SUSPENSÃO DE EMENDAS, COMEÇA VOTAÇÃO DA LDO

  • por
Compartilhe esse post

O Projeto de Lei n° 300/2024, do Executivo Municipal, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para a elaboração do orçamento geral do município para o exercício de 2025, foi aprovado em primeira votação pelos vereadores de Natal, nesta quinta-feira (20). A matéria foi aprovada em primeira discussão e retornará ao Plenário para votação definitiva.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) fixa o montante de recursos que o governo pretende economizar; traça regras, vedações e limites para as despesas dos Poderes. A peça orçamentária funciona, nesta fase, como um panorama indicando as áreas para onde serão direcionados os recursos, que ainda não têm especificação.

“No momento, está sendo definido quais são as prioridades e os setores que receberão atenção no orçamento futuro. Acredito que devemos priorizar áreas como educação, saúde e infraestrutura.

Esses setores são fundamentais para o desenvolvimento não apenas estrutural, mas também social em nossa cidade, proporcionando qualidade de vida para a população. Priorizar essas áreas é crucial para atender às necessidades imediatas e futuras de toda Natal”, diz à reportagem o presidente da Câmara Municipal de Natal, Ériko Jácome (PP).

O líder da bancada governista, Raniere Barbosa (UB), explica que o projeto enviado pelo prefeito, quando em tramitação na casa legislativa, passa por ajustes necessários com as demandas que a sociedade faz através das emendas: “A Lei de Diretrizes Orçamentárias continua com as mesmas metas e as ações anteriores. No entanto, vamos fazer os ajustes possíveis, inclusive com as emendas que serão apresentadas, com as prioridades que a cidade tem, de suas demandas como a questão de drenagem, a questão da saúde. São situações que vamos colocar para atender a população”.

Já o vereador da oposição, Daniel Valença (PT), não participou da primeira votação, mas protesta sobre a decisão de Álvaro Dias (Republicanos) de suspender as emendas impositivas, assunto denunciado na semana passada na casa legislativa municipal por parlamentares como a vereadora Julia Arruda (PCdoB). Cerca de R$ 23 milhões não foram pagos à Funcarte pelo chefe do Executivo Municipal.

“Ainda estamos analisando a LDO para emitirmos uma posição mais definitiva quanto a ela. Nestes últimos dias, foram muitos Projetos de Lei que demandaram uma análise mais detida, como o das AEITPs, o reajuste do piso salarial dos professores da rede básica e o dos servidores da Semsur. Porém, a oposição já consolidou a posição de que só votará a LDO quando a gestão Álvaro Dias recuar da sua decisão autoritária de suspender as emendas impositivas”, afirma.

O processo de tramitação da LDO inclui, ainda, apresentação de emendas, e a segunda, e definitiva, votação.


Compartilhe esse post

NOVO ALIADO DO PT, LAWRENCE APAGA VÍDEO EM QUE DEFENDIA BOLSONARO

  • por
Compartilhe esse post

Depois de 615 dias de publicado o vídeo e cinco dias depois de ter viralizado novamente, o pré-candidato a prefeito de Mossoró, Lawrence Amorim (PSDB), apagou das suas redes sociais publicação em que defendia o apoio à reeleição do ex-presidente Bolsonaro, no segundo turno da eleição geral em 2022, e criticava as gestões anteriores do PT a nível nacional. O vídeo havia sido postado no dia 15 de outubro de 2022.

No vídeo, Lawrence pede votos para a reeleição do então presidente, alegando que durante a gestão Bolsonaro, os recursos estavam “bem distribuídos”, diferente “dos governos do PT”.

“Eu falo isso com a experiência de quem já foi prefeito durante seis anos dos governos do PT e sei que os municípios tinham muitas dificuldades de pagar a folha, dificuldade de custear a máquina pública, dificuldades no geral. Prefeitos de pires na mão em Brasília. Hoje a realidade é outra.

Nenhum município do Rio Grande do Norte, nenhum estado do país está com salários atrasados, porque existe hoje ais brasil e menos Brasília”, dizia.

No vídeo, o ex-prefeito de Almino Afonso e hoje aliado do PT, dizia: “Por isso, no segundo turno, vote Bolsonaro, vote 22 para que o Brasil continue avançando”.

A publicação serviu de comprovação da principal crítica das alas do PT que não concordam com o apoio oficializado no último sábado (15) pelo Partido dos Trabalhadores de Mossoró. Em Encontro de Tática Eleitoral, a maioria dos membros do partido decidiram por apoiar a desistência da candidatura de Isolda Dantas (PT) e aderir ao projeto de pré-candidatura do PSDB a majoritária.

No entanto, as correntes ‘Articulação de Esquerda’ e ‘Militância Socialista’ criticaram a adesão por afirmarem que Lawrence Amorim é bolsonarista. Mesmo com a decisão homologada pela Executiva Nacional, que aconteceu na última segunda feira (17), nomes das alas mais à esquerda do PT afirmaram à reportagem do Diário do RN que “dificilmente vão subir no palanque”.

O vídeo em que Lawrence Amorim defende Bolsonaro foi um dos assuntos mais comentados nesta semana em Mossoró. Enquanto o PT o classifica “bolsonarista”, nomes do PL de Bolsonaro na cidade oesteana não concordam com a denominação.

O Diário do RN entrou em contato com o presidente da Câmara Municipal de Mossoró para entender o seu posicionamento sobre as críticas de nomes do novo partido aliado e sobre a motivação da exclusão do vídeo das suas redes sociais, mas ele não retornou o contato até o fechamento desta edição.

Dois dias depois da oficialização do apoio do PT, ele declarou à imprensa que a aliança será importante para somar à sua pré-candidatura, mas não citou os votos contrários.


Compartilhe esse post

APROVAÇÃO DOS JOGOS DE AZAR NA CCJ DO SENADO: “UMA GRANDE VITÓRIA”

  • por
Compartilhe esse post

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN (ABIH RN), Abdon Gosson, defende que, se o plenário seguir a votação da CCJ sobre cassinos e jogos de azar, vai “incrementar significativamente” o turismo no Brasil. As expectativas positivas incluem o RN.

“Essa foi uma grande vitória do turismo brasileiro. Para o crescimento e desenvolvimento de uma das indústrias que mais gera emprego e renda no nosso país e no mundo”, disse ao Diário do RN.

O projeto de lei que autoriza o funcionamento de bingos e de cassinos e regulariza jogos de azar, como o Jogo do Bicho e apostas está aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal. Nesta quarta-feira (19), o PL obteve 14 votos favoráveis e 12 contrários. Essas atividades foram proibidas no país por um Decreto-Lei de 1946.

A proposta prevê a permissão para a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer, como hotéis de alto padrão (com pelo menos 100 quartos), restaurantes, bares e locais para reuniões e eventos culturais. O projeto propõe ainda a possível emissão de uma licença para um cassino em cada estado e no Distrito Federal.

Para ter direito a uma licença de operação, além de outros requisitos, a empresa precisará comprovar origem lícita de recursos e um capital mínimo: para bingo de R$ 10 milhões; para cassinos, R$ 100 milhões; e para jogo do bicho, R$ 10 milhões. Só terão autorização empresas sediadas no Brasil.

“Não é qualquer um que vai poder abrir cassino, em qualquer lugar, tem que ter um aporte grande, serão grandes cassinos, grandes estruturas, para atender milhares de pessoas ávidas não só para gastar dinheiro com o jogo. O cassino tem atrativo de shows, espetáculos, dezenas de restaurantes, uma quantidade imensa de entretenimento de compras, shopping center, grandes lojas. A geração de emprego em qualquer destino que tem cassino é muito grande e significativa”, comemora Abdon.

Para ele, o Brasil deve acompanhar uma tendência mundial e criar um novo nicho econômico: “Então nós estamos nos igualando ao padrão e perfil do turismo mundial especial, um país continental como o nosso que precisa tanto do turista estrangeiro, que vem de todos os lugares do mundo e muitos milhares de brasileiros hoje saem para aproveitar os destinos que têm cassino como Las Vegas, Macau na China, que está espetacular”.

Senadores do RN não se posicionam sobre o projeto
Dos três senadores do Rio Grande do Norte, somente a senadora Zenaide Maia (PSD) conversou com a reportagem sobre o assunto. Indo contra a indicação da maioria da esquerda, a parlamentar deve votar contra o projeto porque acredita que pode ser prejudicial principalmente ao jovem que aderir a prática.

“Eu sou contra qualquer atividade, como jogos, que vicie jovens. Se você quer acabar com a vida de um jovem e levar junto a família dele, você dê um vício. Então o jogo é um vício. Eu sou totalmente contra os jogos de azar”, explica, deixando claro que vai votar contra o projeto no Plenário.

Já o senador Flávio Azevedo (PL), que tomou posse nesta quarta-feira (19), em lugar de Rogério Marinho, não quis se posicionar, conforme explicou através da assessoria de comunicação: “O senador Flávio Azevedo chegou ontem, tomou posse ontem, no mesmo horário em que estava sendo votado o projeto na CCJ, e não tem posição formada sobre o texto”.

Já o senador Styvenson Valentim (Podemos) chegou a atender ao Diário do RN, mas não enviou posicionamento e intenção de voto sobre o tema até o fechamento da edição.

O PL 2.234/2022 fora aprovado pela Câmara Federal e tramita no Senado desde 2022. O travamento se deu por manifestações contrárias da bancada evangélica e de parlamentares conservadores de partidos como PL e Novo. Eles alegam o possível impacto sobre o sistema de saúde, que deverá lidar com o aumento do vício em jogos.

Já o autor do projeto, senador Irajá (PSD-TO), defende o aumento da arrecadação com a regulamentação da atividade econômica, que já funcionam como ilegais: “Nós passaremos a arrecadar em torno de R$ 22 bilhões anualmente. Isso, claro, será dividido entre os estados, os municípios e a própria União”, disse à Rádio Senado.

Na CCJ, votaram favoráveis senadores do União Brasil, PSD, PT, MDB, PDT e PSB. Já membros da Comissão filiados ao PL, Podemos, PSDB, MDB, PT, PSD e PP registraram votos contra.

Entre as regras do projeto, as casas de apostas deverão ser tributadas de acordo com o tipo de jogo ofertado. Para os apostadores, deve incidir uma alíquota de 20% sobre o Imposto de Renda quando os ganhos de jogadores se somarem ou superarem R$ 10 mil.


Compartilhe esse post

FOGUEIRAS SÃO RISCO PARA A REDE ELÉTRICA

  • por
Compartilhe esse post

Na próxima segunda-feira, 24 de junho, os católicos comemoram o dia de São João. Pela tradição, as fogueiras são acesas na noite do dia 23. Apesar de todo o simbolismo e o encantamento que elas são capazes de causar, esse é um costume que também envolve muitos riscos. Além do tormento que causam às pessoas alérgicas ou com problemas respiratórios, acidentes com queimaduras também são muito comuns e, para evitá-los, uma série de cuidados precisam ser tomados.

Outro ponto a ser considerado são os riscos para a rede elétrica. Por isso, a Neoenergia Cosern, empresa de distribuição de energia elétrica, lembra que fogo não combina com eletricidade e pode causar sérios acidentes: “A primeira coisa a se fazer é não montar fogueiras embaixo da rede elétrica ou de linhas de transmissão. É preciso procurar um local distante dos fios, postes, transformadores e todos os demais equipamentos que pertencem à Neoenergia Cosern. Montar a fogueira próximo à vegetação também não é uma boa ideia, pois pode incendiar as árvores ou plantações. As chamas também podem danificar equipamentos elétricos”.

A distribuidora também recomenda não utilizar de redes elétricas particulares próximo à fogueira: “Muitas vezes, extensões, benjamins e lâmpadas são conectados perto das madeiras da fogueira. Além de esquentar o circuito, é possível que ele se rompa ou mesmo ocorra um incêndio”.

Os mesmos cuidados se estendem aos fogos de artifício e balões, esses últimos, inclusive são proibidos. “Soltar fogos próximo à rede elétrica produz o mesmo efeito das fogueiras: risco de incêndios, interrupções no fornecimento e acidentes. Os artefatos só devem ser manuseados por adultos e utilizados em locais distantes da fiação, afastados também de bandeirinhas de papel e de outros materiais inflamáveis. A utilização de balões, além de proibida, pode provocar incêndios caso caia sobre a rede ou na área de Subestações Elétricas”.

Dentro das residências, algumas situações também exigem atenção como, por exemplo, ao decorar a casa com algum enfeite junino que use energia elétrica, evitar extensões e benjamins (o popular “T”). O mais seguro são os filtros de linha.

Também não use bocais de lâmpadas como suporte para pendurar enfeites juninos pois, além de choques, essa prática pode provocar incêndios;

Se mesmo seguindo todos os cuidados, algum acidente for registrado chame socorro imediatamente através do SAMU (192), Corpo de Bombeiros (193) e Neoenergia Cosern (116).


Compartilhe esse post

EDIÇÃO 2024 DA BRASIL MOSTRA BRASIL DEVE RECEBER MAIS DE 80 MIL VISITANTES

  • por
Compartilhe esse post

A maior feira multissetorial da região Nordeste estreia a sua 29ª edição no Rio Grande do Norte no dia 16 de agosto e segue até o dia 25, no Centro de Convenções de Natal, que irá se transformar no maior espaço de integração econômico-empresarial, de cultura e lazer do Rio Grande do Norte.

A Brasil Mostra Brasil deve atrair um público estimado em 80 mil pessoas ao longo de dez dias, com o que há de melhor e mais moderno nos segmentos de móveis, eletrônicos, artigos de decoração, moda, utilidades domésticas, calçados, eletrodomésticos, artesanato, imóveis, veículos, saúde, educação, dentre várias outras novidades.

Com 29 anos de sucesso o evento mais uma vez comprova a sua missão em criar oportunidades e gerar emprego e renda, concentrando no mesmo espaço uma diversidade de produtos e serviços de expositores nacionais e internacionais que disponibilizarão aos visitantes mais de 8 mil produtos.

Cerca de 250 empresas vão participar do evento em Natal e pretendem trazer novidades e lançamentos para o público local. Isso já se tornou marca da multifeira, que sempre busca o que há de mais moderno, desde uma simples tendência de moda ao modelo de última geração do setor automobilístico nacional, com preços diferenciados e condições facilitadas. De acordo com o coordenador da Brasil Mostra Brasil, Wilson Martinez, a intenção foi ampliar a oferta de produtos do varejo. A expectativa é que o evento gere também 500 empregos diretos e indiretos, com a organização, montagem, exposição e vendas.

“A cada edição conseguimos envolver uma parcela maior de parceiros, sempre com o foco voltado para o mercado local. Nossa intenção é cada vez mais trazer o empresário potiguar para o evento.

Este ano teremos um espaço de mais de 6.000m² de área de exposição, com muita novidade e diversidade para o público potiguar”, afirma o diretor da Brasil Mostra Brasil, Wilson Martinez.

Assim como em anos anteriores, a Brasil Mostra Brasil cresce cada vez mais em público: neste ano, a expectativa dos organizadores é de receber mais de 80 mil pessoas. Os visitantes poderão contar ainda com estacionamento rotativo e praça de alimentação.

Histórico
O evento acontece em Natal desde o ano de 1995 e insere a capital potiguar no contexto das feiras de âmbito nacional. Tem no seu público consumidor o maior destaque, pela fidelidade à MULTIFEIRA. Diversas instituições apoiam sua realização que bate ano a ano recordes de visitação. É o maior evento do segmento na capital potiguar.

A Multifeira já possui mais de 80 edições quando somadas as edições dos Estados do Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Pará, Maranhão e Mato Grosso. Na linha do tempo desse evento, uma infinidade de negócios, curiosidades, atrações e momentos marcantes, além do incontestável fomento à economia, turismo e geração de emprego e renda.


Compartilhe esse post