Início » Arquivos para 22 de maio de 2022, 14:33h

maio 22, 2022


NOVO PRÉDIO DA UERN NATAL SERÁ ENTREGUE NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER

A espera pelo prédio sede do Campus da Uern em Natal chegará ao fim nesta quarta-feira, 25. A obra, que teve início em 2009, passou cerca de sete anos parada e foi retomada em fevereiro de 2019, será inaugurada, às 9h, pela governadora Fátima Bezerra, chanceler da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Para a retomada da obra, o investimento foi de R$ 733 mil, aplicados na correção da estrutura física e em projeto de acessibilidade.

O campus de Natal foi fundado em 13 de junho de 2002. A inauguração do novo prédio marcará os 20 anos da chegada da Uern à capital, com a proposta de ser a primeira universidade pública na zona Norte, maior e mais populosa região administrativa da cidade.

Atualmente, com cinco cursos de graduação (Direito, Turismo, Ciência da Computação, Ciência e Tecnologia e Ciências da Religião), o campus de Natal tem cerca de mil estudantes. Mas, com o novo prédio, cuja estrutura tem um piso de estacionamento e três pavimentos com 20 salas de aula, biblioteca, auditório, laboratórios e salas de professores, a Universidade terá capacidade de ampliar a oferta de vagas para três mil alunos, com até mais oito novos cursos de graduação, considerando os três turnos de funcionamento. Esses novos cursos ainda não estão definidos. Eles serão escolhidos com base nas demandas atuais e locais para a zona Norte, e precisam ser aprovados pelos conselhos superiores da Uern.

“Este é um sonho de anos se realizando. E com esse novo prédio, a Uern também recebe e renova o compromisso de impactar e mudar vidas na zona Norte de Natal, que tão bem nos acolheu desde o princípio”, comentou a reitora Cicília Maia, sobre a inauguração do edifício sede da Uern Natal.

“Com este novo prédio, poderemos triplicar a capacidade de vagas ofertadas aqui na cidade”, disse a governadora Fátima Bezerra, neste domingo, 22, em publicação no Twitter.

O Complexo Cultural da Uern (CCUERN), que abrigou os cursos de graduação da Universidade na zona Norte, continuará fazendo parte do campus de Natal, passando a ser espaço inteiramente dedicado às atividades da Escola de Extensão da Uern (EdUCA), que atende a cerca de 1.200 pessoas da comunidade, de crianças a idosos, por semestre, em turmas de dança, música, teatro e modalidades esportivas. No CCUERN, também continuará funcionando o Núcleo de Prática Jurídica, onde os alunos do curso de Direito realizam cerca de mil atendimentos anuais, bem como outras atividades de extensão da Uern em Natal.


Compartilhe esse post

INMET PRORROGA ALERTA PARA CHUVAS INTENSAS EM TODO O RN

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: ASSECOM/RN

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu neste domingo, 22, um novo alerta para chuvas intensas em todo o Rio Grande do Norte. De acordo com o aviso, de “perigo potencial”, moradores dos 167 municípios do estado devem ficar alertas até às 10h desta segunda dos transtornos que podem ocorrer em caso de confirmação da previsão de chuva. 

De acordo com o instituto, são três os níveis de alertas emitidos. O de “perigo potencial”, é o de menor risco e chama atenção para a possibilidade de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. O alerta foi emitido originalmente neste sábado, teria validade até este domingo, mas foi prorrogado por mais 24h. 

O órgão recomenda que, em caso de rajadas de vento, as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, e que não estacionem veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, é aconselhado evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Mais informações podem ser consultadas junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193). 


Compartilhe esse post

MULHERES DE PRESOS VIRALIZAM AO MOSTRAR ROTINA DE VISITAS NO TikTok

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: KARIME XAVIER/FOLHAPRESS

Visual para o dia da visita na prisão, preparação do jumbo para o marido e relato das cartas que recebe são compartilhados por Letícia Nascimento, 27, no TikTok, rede social na qual ela soma mais de 100 mil seguidores.

Ela e outras cunhada- termo utilizado por mulheres de presos, pois os encarcerados se consideram irmãos – produzem conteúdo para as redes sociais em que apresentam a rotina com vídeos curtos. Neles, tentam mostrar da felicidade após uma visita íntima aos dias de tristeza que passam longe do marido.

A reportagem do Folhapress conversou com três mulheres com perfil semelhante que vivem em diferentes cidades. As três são jovens, se dizem apaixonadas, têm filhos pequenos e são responsáveis financeiramente por garantir os advogados dos companheiros e os jumbos, cesta de produtos autorizados pela administração penitenciária para serem enviados pela família.

É comum encontrar vídeos ao som de funks como “Casa de Pedra”, do MC Bobô, que diz “uma etapa lá no sofrimento, só sabe mesmo quem passou lá dentro” e posts acompanhados de hashtags como #MulherDePreso, #LiberaOPresoSeuJuiz, #CantaLiberdade e #AmorAtrasDasGrades.

Os parceiros sabem do conteúdo que elas postam e costumam achar engraçado ou enxergam até uma possibilidade de elas conseguirem alavancar uma carreira como influenciadora digital – algumas já fazem em seus perfis parcerias com marcas de maquiagem ou serviços de beleza.

Casada com Matheus desde agosto de 2021, a auxiliar de dentista Letícia diz que a cerimônia ocorreu quase como pede o script: teve festa e ela estava acompanhada da família. “Só faltou o noivo”, ri ela que lembra que o cônjuge não pôde comparecer por estar encarcerado. O dia também foi compartilhado nas redes.

É no estilo “rir é o melhor remédio” que Letícia Nascimento conta um pouco da rotina na rede social. Ela mesma declara preferir tirar sarro dos seus problemas. Afinal, o fardo de manter o relacionamento com alguém preso já é pesado o suficiente.

O que Letícia não imaginou foi que o conteúdo se tornaria viral. Ela conta que, às vezes, quando chega à penitenciária, agentes brincam com frases como “a famosinha da nossa cadeia” ou “vai fazer seus vídeos no TikTok?”

A auxiliar de dentista atribui os altos números de visualizações à curiosidade das pessoas sobre o que existe por trás das grades. Letícia lembra que, quando era mais nova e sabia que algum programa de TV mostraria presídios, era a primeira a ligar. “A curiosidade que eu tinha, as meninas também têm. Então, eu mostro tudo.”

Apesar das imagens alegres que posta nas redes, Letícia afirma que, desde que o marido foi preso há dois anos, passou a ser medicada com antidepressivo. “Eu penso que tem duas pessoas que precisam de mim, o Enzo [seu filho de oito anos, fruto de um relacionamento passado] e o Matheus.”

Ela afirma que é a única que ajuda o marido tem e calcula que gasta cerca de metade do salário com os custos da prisão dele, que incluem o jumbo e as viagens que faz para visitá-lo a cada 15 dias – ele está preso em uma penitenciário em Balbinos, a quase 400 quilômetros de Carapicuíba, cidade na Grande São Paulo onde Letícia vive.

Em um dos vídeos, ela comenta a solidão e a falta de ajuda de amigos do marido desde que ele foi preso. “Salve é fácil de mandar, mas ajudar com uma pasta de dente ninguém ajuda”, lamenta ela.

Veja algumas publicações

Professor de sociologia da Universidade Federal de Juiz de Fora, Dmitri Cerboncini Fernandes analisa que os conteúdos postados de certa forma humanizam as pessoas que costumam ser desumanizadas pela sociedade.

“Os posts mostram o lado do preso pai, amoroso, desejo das mulheres que querem que eles retornem a boa vida. Há uma espécie de identificação que é o contrário de programas policiais que sempre colocam de costas, cabeça baixa”, afirma ele.

Fabio de Sá e Silva, professor da Universidade de Oklahoma e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, diz que os posts podem servir como uma espécie de contribuição para mostrar que essas pessoas existem. “É importante para despertar empatia por quem está encarcerado, muitas vezes presos por crimes sem violência ou grave ameaça.”

Caroline Freitas, 23, também mantém um perfil com esse tipo de conteúdo e reúne mais de 90 mil seguidores e quase dois milhões de curtidas. Ela nota dois tipos de público: um que está ali por curiosidade; e outro que torce por ela e pelo namorado preso por roubo e furto. “É uma distração para eu não passar o dia inteiro só sofrendo. Ao menos, algumas meninas veem a dor e dão apoio.”

Ela, que vive em Capão Bonito, interior de São Paulo, vai visitar o marido a cada 15 dias. Agora, ele foi transferido para Iperó, que fica a 130 quilômetros da cidade dela. Caroline, que trabalha no setor de vendas com os pais, diz que já desembolsou mais de R$ 10 mil com o namorado preso, por quem ela paga advogado, viagens para visitá-lo e jumbo.

“Ele fala que vai arrumar emprego quando sair para recompensar tudo o que eu faço por ele”, diz a jovem, que percebe bastante curiosidade dos seguidores sobre as penitenciárias. “Como é lá dentro” e até “onde ela guarda os pertences” são as mais recorrentes.

Quando os vídeos viralizam, porém, ela costuma receber uma chuva de críticas, como comentários irônicos como “ele é um anjinho”. Em casa, a mãe dela não apoia o relacionamento. “Nenhuma mãe quer ver a filha no presídio, mas ela fica com a minha filha quando eu vou visitar.”

Para a designer de unhas Amanda Dias, 23, a visita é diferente e bem mais restrita do que para as outras mulheres. No TikTok, rede em que ela soma quase 280 mil seguidores e mais de três milhões de likes, ela conta que, diferentemente da maioria, só tem 15 minutos para ver o marido a cada 15 dias e sempre no parlatório.

No dia que falou com a reportagem, no último dia 12, ela classificou como “um dia feliz” porque pode tocar no companheiro pela primeira vez no ano durante a visita no pátio. Na rede social, ela contou o episódio para as seguidoras emocionada.

“Eu tava com tempo vago, mente a milhão, pensei ‘vou fazer vídeo para entreter minha cabeça'”, afirma ela. Para começar, postou sobre o casamento, que foi oficializado para ela conseguir visitá-lo em uma penitenciária na cidade de São Mateus, no Espírito Santo, a uma hora de Braço do Rio, onde ela vive.

A recepção na rede social assustou. “Recebi mensagens dizendo que era para ele morrer lá dentro, pessoas diziam que mulher de bandido tem que morrer e me chamaram de marmita de preso.”

Mas ela diz que não liga para os comentários e vê um lado bom nos conteúdos que posta, como mulheres que mandam mensagem e relatam que o marido também foi preso e pedem ajuda do que fazer. “Eu consigo aconselhar elas porque muitas meninas caem em depressão quando eles são presos.”

Amanda avalia que não tem problema em mostrar a rotina porque é a sua realidade “e a de muita gente”. “Isso pode servir de exemplo para muita gente, tem quem veja o real sofrimento quando a gente posta.”

As informações são do Folhapress


Compartilhe esse post

BOLSONARO CONTRADIZ GUEDES E NEGA MP PARA TAXAR COMPRAS POR APPS COMO SHOPEE E ALIEXPRESS

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: ADRIANO MACHADO/REUTERS

Em publicação nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesse sábado, 21, que não pretende assinar MP (medida provisória) para taxação de compras por aplicativos, rebatendo, segundo ele, informações que teriam circulado na imprensa.

“Não assinarei nenhuma MP para taxar compras por aplicativos de comércio virtual como Shopee, AliExpress, Shein, etc. como grande parte da mídia vem divulgando”, afirmou em publicação em sua rede social.

As declarações de Bolsonaro contradizem o ministro da Economia, Paulo Guedes, que, durante evento com empresas do mercado financeiro na quinta-feira, 19, mencionou a possibilidade de criar um imposto digital para combater o camelódromo virtual.

Ele ressaltou ainda que, para possíveis irregularidades nesse serviço ou outros, a saída deve ser a fiscalização, não o aumento de impostos.

Com informações da Folha de S. Paulo


Compartilhe esse post

LIVROS E CIDADES: ARTIGO DO PROCURADOR MARCELO ALVES

  • por
Compartilhe esse post

Por: Marcelo Alves Dias de Souza

Procurador Regional da República

Doutor em Direito (PhD in Law) pelo King’s College London – KCL

Seja viajando profissionalmente, seja como turista ocasional, uma coisa que faço há tempos (aliás, fazia, quando viajava deveras) é relacionar o país ou a cidade para a qual estou indo com uma obra literária, de ficção ou não, e lê-la ou relê-la, antes ou mesmo durante a minha viagem.

Para mim, alguns livros tornaram-se a história, a cara e a alma de certas cidades. As leituras fazem o viajante, posso dizer neste caso. “Amor a Roma” (1982) de Afonso Arinos de Melo Franco, “Paris é uma festa” (“A Moveable Feast”, 1964) de Ernest Hemingway e “Os anos 20” (“The Twenties”, 1975) de Edmund Wilson, respectivamente sobre Roma, Paris e Nova York, estão nesse grupo. Vou mais longe: eles criaram no meu espírito uma imagem quase sensorial dessas grandes metrópoles. É gostoso. Recomendo muitíssimo.

Sempre fiz isso de forma amadora. Aleatória. Com a obra de referência (ou de preferência) que estivesse ao meu alcance. E, lembremos, a literatura é infinita. Mas agora achei algo “profissional”. Uma ferramenta digital chamada “Books Around America”, da Crossword-Solver.com, que, em relação aos EUA, a partir do código postal ou da cidade pesquisada, permite descobrir livros cujas tramas se passam ao derredor de onde se vive (se você vive nos EUA, por óbvio) ou para onde se viaja (se estamos falando de turistas literários).

Já andei xeretando o “Books Around America”. E achei livros sobre algumas das minhas cidades de sonho e consumo nos EUA. Acerca da histórica Boston, encontrei “The Scarlet Letter” (1850), de Nathaniel Hawthorne, sobre os quais, livro e autor, eu até já escrevi. Da universitária Princeton (NJ), achei “The Rule of Four” (2004), de Ian Caldwell e Dustin Thomason, indicadíssimo para quem se vê resolvendo mistérios no ambiente de uma gigante instituição de ensino. De Los Angeles, topei com “The Big Sleep” (1939), de Raymond Chandler (1888-1959), o meu escritor noir preferido (e que me desculpe o grande Dashiell Hammett). “Interview with the Vampire” (1976), de Anne Rice, mostra as ruas de uma Nova Orleans que devaneio não tão diferentes da atual cidade de festas e crenças. E, claro, tem a gigante Nova York, cidade, mas também o Estado, com tantos títulos, entre eles “The Great Gatsby” (1925), de F. Scott Fitzgerald, para mim a quintessência da riqueza e da Era do Jazz americanas. Mas isso são apenas as minhas preferências. Há muito mais. Afinal, se a citada NY é colossal, a literatura, como já dito, é infinita.

Para ilustrar ainda mais, vou fazer uso de uma estória/história passada em uma belíssima cidade do sul dos EUA: Savannah, no estado da Georgia. O livro é “Midnight in the Garden of Good and Evil” (1994), de John Berendt. É um “romance não ficcional”, pois baseado em fatos reais. Basicamente, narra a história de um colecionador/negociante de arte, acusado e julgado pelo homicídio de um garoto de programas, tido por seu amante. Um “romance jurídico”, portanto. Mas o livro é também, explicitamente, um retrato da linda Savannah e do profundo sul dos EUA. Foi e é best-seller do New York Times ou de tantas outras listas do gênero.

O livro foi transposto para o cinema em 1997. O roteiro é mais ou menos fiel ao livro e à história original (de boca em boca, cada um acrescenta o seu fuxico). Mesmo título, com direção de Clint Eastwood e estrelado por craques como Kevin Spacey, John Cusack e Jude Law. E gente da própria cidade, famosos ou não, figuram no filme. De toda sorte, aqui, a cidade ganha dimensões superlativas. O filme foi rodado quase inteiramente na Savannah de alamedas e mansões, incluindo a Mercer House, registros de um passado, glorioso e trágico, ainda não inteiramente findo.

Curiosamente, ainda hoje me recordo do dia em que comprei o DVD do filme, em Cambridge (UK), porque estava numa promoção dos diabos. E recordo-me da vontade de conhecer o sudeste dos EUA, Savannah, Charleston, Richmond e por aí vai. Tive a oportunidade e confirmei suas belezas. Aliás, não só eu. Dizem que, após “Midnight”, o livro, o turismo em Savannah cresceu exponencialmente. A literatura é boa em todos os sentidos.

Bom, às vezes essa minha mistura ler e visitar não dá certo. Paciência. Entre ler e poder, a distância é enorme. C’est la vie. Por enquanto, aliás, seja pelo rescaldo da pandemia ou pelas moedas estrangeiras nas alturas, a gente vai só sonhando com essas terras distantes. Paradinhos, lendo livros, assistindo a filmes ou xeretando essas ferramentas interativas curiosíssimas.    


Compartilhe esse post

JEAN PAUL QUESTIONA ENCONTRO PROMOVIDO POR FÁBIO FARIA ENTRE BOLSONARO E ELON MUSK: “VAI TER SIGILO DE 100 ANOS SOBRE ISSO?”

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: REPRODUÇÃO

A vinda ao Brasil do bilionário dono da Space X, Elon Musk, na última sexta-feira, 20, gerou uma série de questionamentos do senador Jean Paul Prates (PT/RN).

No Twitter, Jean Paul comentou o encontro entre Musk e Bolsonaro e destacou que a “família vem da mineração na África do Sul e investe na eletromobilidade de luxo monta um sistema de “monitoramento da Amazônia” por satélites privados (desprezando o INPE) e “oferece” serviço (pago) de internet para escolas.”

Sobre os investimentos anunciados para a Amazônia, o parlamentar questionou:

“Pergunto: foram (vão ser) respeitados os procedimentos do Direito Administrativo na contratação do serviço de Musk? Porque vem um bilionário ao País e o Presidente da República vai até ele (e não o contrário)? Que discussões mantiveram? Vai ter sigilo de 100 anos sobre isso?”.

Entenda o que Elon Musk veio fazer no Brasil

A convite do ministro das Comunicações, Fábio Faria (PL), Elon Musk chegou ao interior de São Paulo na manhã da última sexta para se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro, além de outros políticos e empresários.

O homem mais rico do mundo quer levar a Starlink para a Amazônia.

A Starlink é um projeto da Space X, empresa de Musk que se destaca mundialmente como fornecedora de sistemas de lançamento espaciais – e como a única a utilizar foguetes reutilizáveis (que reduzem custos e aumentam a frequência de lançamentos) até o momento.

O objetivo da Starlink é, a partir dos serviços da Space X, oferecer internet banda larga via satélite em todo o mundo. Os primeiros satélites foram lançados em maio de 2019, e a ideia é construir uma rede com dezenas de milhares de satélites na órbita terrestre baixa (a uma distância de cerca de 550 km – a Estação Espacial Internacional, em comparação, está a 400 km).

A empresa geralmente fornece serviços para clientes convencionais (como eu e você), mas recentemente manteve contato com o governo federal brasileiro para discutir possibilidade de atuação por aqui.

O bilionário disse em sua conta no Twitter que estava muito animado para tais missões e que os satélites da Starlink poderão levar internet a 19 mil escolas.

Anatel (Agência Nacional das Telecomunicações) concedeu à Starlink, em janeiro, o direito de oferecer seus serviços em todo o território brasileiro, até 2027. Em fevereiro, quando a empresa começou as operações por aqui, o governo do Amazonas declarou que mantinha contato para instalação da tecnologia no estado.

Os possíveis acordos entre governantes brasileiros e Musk, que recentemente anunciou a compra do Twitter por US$ 44 bilhões (mas talvez volte atrás), não foram divulgados ainda. Por enquanto, especialistas afirmam que os sistemas de monitoramento disponíveis, por exemplo, já dão conta do recado na Amazônia. Segundo eles, o que falta não são satélites, mas a fiscalização do poder público.

Sobre o sigilo de 100 anos

A menção de Jean Paul se dá diante do sigilo de 100 anos imposto pelo

GSI (Gabinete de Segurança Institucional) às reuniões entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e pastores que teriam negociado recursos do Ministério da Educação com prefeitos. Dados esses que acabaram sendo divulgados posteriormente.

O Planalto já recorreu ao mesmo expediente para colocar em segredo um processo administrativo contra o ex-ministro Eduardo Pazuello (Saúde) e o cartão de vacinação de Bolsonaro.

O próprio presidente fez piada com as imposições de sigilo em sua conta no Twitter. Ao ser perguntado sobre o motivo de colocar em segredo assuntos “espinhosos/polêmicos”, respondeu que as pessoas saberão “em 100 anos”.


Compartilhe esse post

GOVERNO DO ESTADO INICIA OBRAS DE RECUPERAÇÃO DA BARRAGEM DE LUCRÉCIA

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: GOVERNO CIDADÃO /JOÃO VITAL

O Governo do Estado, por meio do Projeto Governo Cidadão e Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), vai reestruturar os dois barramentos e resolver de maneira definitiva a instabilidade encontrada pelos especialistas do Painel de Segurança de Barragens em 2019. Os investimentos somam R$ 13 milhões, com recursos oriundos do empréstimo junto ao Banco Mundial, e a empresa tem seis meses para concluir a obra.

Na sexta-feira, 20, o Consórcio EIT/Encalso, contratado pelo Governo para fazer a reestruturação, concretizou uma etapa importante do processo: a abertura de um canal no sangradouro, necessário para garantir a segurança do reservatório e da população durante a recuperação das paredes. A área foi isolada durante todo o processo de abertura, os moradores mais próximos retirados momentaneamente do local, e diversas ações de comunicação foram realizadas nos dias que antecederam a intervenção para informar a população.

Paralelamente às obras de recuperação da barragem, está em curso desde o ano passado um Plano de Ação de Emergência (PAE) no munícipio, obrigatório pela Política Nacional de Segurança de Barragens e executado pela Semarh, Projeto Governo Cidadão, Coordenadoria de Defesa Civil Estadual em parceria com a Prefeitura de Lucrécia. Ao mesmo tempo que a obra acontece, estão sendo instaladas placas de sinalização que vão informar aos moradores sobre medidas de segurança.

“Desde o ano passado o Governo do Estado vem trabalhando de maneira integrada no PAE da barragem de Lucrécia, e agora chegamos a uma das etapas mais importantes, que é a obra de recuperação. A gestão está empenhada em fiscalizar o cumprimento do cronograma por parte das empresas, e graças ao esforço e sensibilidade do Governo, esse problema antigo será resolvido, levando segurança e tranquilidade à população local e da região”, destacou o secretário de Infraestrutura e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Gustavo Coelho.

O coordenador do PAE e de Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos da Semarh, Helder Araújo, ressaltou que após a instalação das placas de sinalização e, posteriormente, de sonorização, os moradores de Lucrécia serão treinados para lidar com situações de emergência. “Mas é importante destacar que se trata de um trabalho preventivo, a população não precisa se assustar. A barragem não corre risco atualmente e não correrá quando a obra for concluída, mas as ações do PAE precisam ser cumpridas para nos adequarmos à legislação vigente”, disse.

Saiba mais

A barragem de Lucrécia tem quase 90 anos e é de responsabilidade do Governo do Estado. Para se adequar à Política Nacional de Segurança de Barragens e atender as recomendações dos consultores do Painel de Segurança contratados pelo Governo, a gestão está tomando uma série de medidas preventivas, entre elas a execução de um Plano de Ação de Emergência (PAE). Após visita dos especialistas em 2019, foi detectado um indicativo de instabilidade nos dois barramentos e recomendada a realização de obras complementares, que acabaram de começar e devem ser concluídas em seis meses.

Atualmente o reservatório opera em torno de 30% de sua capacidade, percentual necessário para garantir a segurança do manancial e da população. O Igarn está monitorando a barragem e fez a instalação de piezômetros, equipamentos capazes de medir e avaliar a infiltração da água nos dois barramentos. Também está sendo monitorado o volume de água armazenado, as precipitações pluviométricas e comportamento da estrutura dos maciços.


Compartilhe esse post

FÁTIMA COMPARTILHA FOTO DO CASAMENTO DE LULA E JANJA AO LADO DOS NOIVOS: “CELEBRAR O AMOR É CELEBRAR A VIDA!”

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: RICARDO STUCKERT

O dia do Sim de Lula e Janja foi na última quarta-feira, 18. A celebração foi restrita, com uma lista política e contou com a presença de alguns artistas como a cantora Daniela Mercury e Gilberto Gil. Dentre a classe política estava a governadora Fátima Bezerra.

As imagens do evento ficaram por conta do fotógrafo oficial de Lula Ricardo Stuckert. Dias após o casamento, outros registros, além dos que foram divulgados pelo próprio Lula e eternizados pelas lentes de Stuckert começam a surgir.

Nesse sábado, 21, a governadora potiguar utilizou suas redes sociais para compartilhar seu registro ao lado dos noivos. Vestindo um rosa rendado, Fátima aparece entre Janja – que foi adornada pelas mãos de bordadeiras de Timbaúba dos Batistas – e o ex-presidente em traje azul. Na descrição, a petista destaca: Celebrar o amor é celebrar a vida! Quero mais uma vez agradecer ao querido presidente Lula e a querida Janja por compartilhar esse momento tão especial. Desejo aos dois toda a felicidade do mundo!”.

Veja o post

“Com amor e luta construiremos um Brasil fraterno, justo e solidário. Dias melhores estão a caminho! #OAmorVenceu“, completou a governadora.

Fátima ainda divulgou um vídeo falando um pouco dos bastidores do casamento. Na publicação, ela destaca a lembrancinha que, assim como o vestido de Janja, também foi confeccionada pelas bordadeiras de Timbaúba dos Batistas.

Veja

O trabalho das artesãs potiguares foi registrado em um vídeo produzido por Stuckert .

Assista


Compartilhe esse post

ZICO PRESTA HOMENAGEM A CID MONTENEGRO E EMOCIONA O EMPRESÁRIO POTIGUAR

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: CEDIDA

O aniversário do empresário e ex-assessor de Garibaldi Alves Filho, Cid Montenegro, comemorado no último dia 19, foi pra lá de especial. O coração rubro do flamenguista de carteirinha recebeu o carinho de um dos maiores ídolos da história do flamengo: Zico.

Veja o vídeo de Zico para Cid

O carinho de Cid pelo ex-meio-campista do flamengo nasceu ainda na infância. Aos 8 anos, Cid teve a honra de pisar o gramado do Maracanã segurando a mão do ídolo.

Cid relembra o momento icônico. Leia o relato:

“No vestiário o treinador Zagalo chamou os jogadores para a reza, o centro avante argentino Doval era a principal estrela, Zico estava começando.
Lembro que corri segurei a mão do Galinho.
160 mil pessoas no Maracanã Rubro Negro, milhares de bandeiras, rolos de papel higiênico e picado, foguetório que não terminava, charangas, um barulho ensurdecedor, me assustei no começo, depois que a ficha caiu e tive uma crise de choro.
Me emociono até hoje.
Depois da minha família é o Flamengo.
Só sabe quem é.
O Flamengo é diferente.”

Em 1997, nasceu a amizade entre os dois. Cid e Zico foram apresentados no apartamento de Sebastião Lazaroni, ex-técnico do Flamengo e Seleção brasileira.

Para Cid, a lembrança de Zico em virtude do seu aniversário é “Mais que uma lembrança, um gesto de amizade, ele que é meu ídolo”, frisou.

“É um privilégio que agradeço a Deus. Mas sempre compartilhei com meus amigos essa dádiva. Assim como meu amigo saudoso Zizinho que o conheci na velhice porém lúcido e com saúde tomando seu chope”, completa.

Amizades ilustres

CID conta histórias de bastidores de pessoas famosas que, nem em entrevista ou documentários, tomamos conhecimento. A paixão pelo time carioca rendeu a Cid amizades incríveis como a de Zagalo, Júnior (ex-flamengo e atualmente comentarista do Grupo Globo), por exemplo. Além de filhos de ex-presidentes da República, ex-presidentes do Flamengo , ex-jogadores, técnicos do Flamengo e Seleção e outros clubes. Cantores como Neguinha da Beija Flor, Sandra de Sá, Alexandre Pires, Xande de Pilares, Alcione.

“Isso a Globo não mostra”. Veja algumas recordações de Cid com seus amigos

CID MONTENEGRO, GALVÃO BUENO, JÚNIOR E ARNALDO CÉSAR COELHO. RESTAURANTE SATIRICON EM IPANEMA
CID AO LADO DE ZAGALO

“Agradeço a DEUS e compartilho com os amigos a oportunidade de conhecer e conviver com pessoas e filhos de pessoas que fizeram e fazem a história do Brasil em diversos segmentos. “

CID MONTENEGRO.


Compartilhe esse post

NÚMERO DE BRASILEIROS QUE QUE NÃO TEVE DINHEIRO PARA ALIMENTAR A FAMÍLIA SUBIU DE 30%, EM 2019, PARA 36% EM 2021

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: DOMINGOS PEIXOTO

Um dado preocupante a ser lançando na semana que vem por Marcelo Neri, da Fundação Getúlio Vargas Social, revelou que parcela de brasileiros que não teve dinheiro para alimentar a família nos últimos 12 meses subiu de 30%, em 2019, para 36%, em 2021, atingindo novo recorde.

Esse é maior índice desde o início da pesquisa, em 2006.

As informações são da Coluna ANCELMO.COM – O Globo


Compartilhe esse post

ROGÉRIO MARINHO: FÁBIO DANTAS ESTÁ PRONTO PARA ASSUMIR O RN, ENQUANTO FÁTIMA FAZ UM GOVERNO “BISONHO QUE SÓ OLHA PARA O PRÓPRIO UMBIGO”

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: DIVULGAÇÃO

Recepcionados pelo deputado estadual Tomba Farias (PSDB), em Santa Cruz, onde participam das comemorações da padroeira Santa Rita de Cássia, o ex-ministro Rogério Marinho (PL), pré-candidato ao Senado, e o pré-candidato ao governo do Estado, Fábio Dantas (Solidariedade), concederam entrevista especial na manhã deste sábado na Rádio Santa Cruz AM. Na ocasião, Marinho disse que Fábio Dantas está pronto para fazer as mudanças que o Rio Grande do Norte precisa e taxou a administração Fátima Bezerra (PT) como um “governo bisonho e que só olha para o próprio umbigo”.

“A pré-candidatura de Fábio Dantas é importante para o Rio Grande do Norte, diante de uma governadora cuja gestão é desaprovada pela população. O governo Fátima têm se voltado para os sindicatos e esquecido o restante da população. Para constatar isso é só ver o estado das estradas do RN, que estão abandonadas e esburacadas. É uma diferença brutal das rodovias do RN para as estradas do CE e PB, isso mostra o despreparo e o descaso do governo” enfatizou.

Lembrando que ao longo da pandemia da Covid-19, o governo federal fez a diferença e enviou recursos para que os estados não parassem, Rogério enfatizou que quando era Ministro do Desenvolvimento Regional abraçou o Nordeste, e em especial o Rio Grande do Norte, beneficiando o Estado com obras de infraestrutura, com destaque para a questão dos recursos hídricos, que, na sua opinião, vai contribuir para gerar um “círculo virtuoso” da economia, atraindo indústrias e comércio.

“A água vai transformar o nosso Nordeste, o Rio Grande do Norte, mas não será com esse governo bisonho e que só olha para o próprio umbigo que isso vai acontecer”, alfineta o ex-ministro.

Destacando que Fábio Dantas vai ter a oportunidade de mostrar os caminhos para a solução dos problemas do RN e resgatar a representatividade do Estado, Marinho disse que a missão do governo é muito mais do que pagar folha de funcionalismo.

“A pré-candidatura de Fábio é importante à medida que mais da metade da população desaprova o governo Fátima, mesmo ela tendo recorde de receitas para administrar o Estado”, disse.

O deputado estadual Tomba Farias disse que é preciso comparar Rogério com “outras pré-candidaturas então ai” e destacou que o principal concorrente de Marinho na disputa pelo Senado, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), foi votado em Santa Cruz, quando disputou o governo do RN, mas até hoje não agradeceu os votos que recebeu da população da cidade.

O deputado municipalista assinalou que governo Fátima Bezerra não tem obras nos municípios do RN, inclusive em Santa Cruz. “Quero saber se o povo do Rio Grande do Norte está feliz com o governo que está aí, com uma saúde pública que não dá ao cidadão sequer o direito de ter acesso a cirurgias de membros. Fábio Dantas é preparado para fazer as transformações que o Rio Grande do Norte precisa para voltar a crescer”, avaliou.

O prefeito de Santa Cruz, Ivanildo Ferreira, ressaltou, por sua vez, que durante a gestão de Rogério Marinho no Ministério do Desenvolvimento Regional, Santa Cruz recebeu muitas ações, recursos de mais de 14 milhões para investimentos, inclusive destinados para a etapa final do teleférico.

FOTO: DIVULGAÇÃO

FÁBIO DANTAS

O pré-candidato ao governo do RN revelou que, se eleito, irá fazer um governo focado na sociedade e nas pessoas, diferentemente da atual gestão. Fábio Dantas também disse que a governadora Fátima Bezerra, apesar de todo alarde que faz na mídia, ainda não resolveu o problema do salário do funcionalismo, que se encontra atrasado mesmo depois de 1.200 dias de governo.

Dantas enfatizou na entrevista que a governadora Fátima Bezerra (PT) se afastou da população. “Temos um governo acéfalo com relação à sociedade”, disse.

O pré-candidato falou ainda que um novo Rio Grande do Norte vai nascer nas urnas de Outubro e ter um governo empreendedor.


Compartilhe esse post