Início » JORNALISTA DIZ QUE BOLSONARO É ‘CAMPEÃO DE TIRO NO PÉ’ E PRESIDENTE REAGE: ‘SE EU RESPONDESSE ESSE BOSTA SERIA ATAQUE’

JORNALISTA DIZ QUE BOLSONARO É ‘CAMPEÃO DE TIRO NO PÉ’ E PRESIDENTE REAGE: ‘SE EU RESPONDESSE ESSE BOSTA SERIA ATAQUE’

  • por
Compartilhe esse post

FOTO: REPRODUÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro (PL) cedeu a provocação do jornalista Guga Noblat que tuitou nesse domingo, 19, que o presidente “é campeão de tiro ao alvo na modalidade tiro no pé”. Em resposta, o presidente disparou: “Se eu respondesse esse bosta à altura seria “ataque à imprensa e à democracia”.

Ricardo Noblat, pai do jornalista, acrescentou à postagem: “em breve no peito”, em uma clara alusão a Getúlio Vargas.

Após a reação de Bolsonaro, em estilo Carlos Bolsonaro, que cuida das redes sociais do pai, Ricardo Noblat encerrou a discussão mandando Bolsonaro ir trabalhar. “Vai trabalhar, Bolsonaro!”, encerrou Noblat.

Bolsonaro trabalha 20% a menos do que um estagiário

Dados de um estudo acadêmico batizado de ‘Deixa o Homem Trabalhar?’ realizado pelo cientista político Dalson Figueiredo (UFPE/OXFORD), com co-autoria de Lucas Silva (UNCISAL) e Juliano Domingues (UNICAP), revelaram que, desde que o presidente assumiu o governo em 2019, trabalhou uma média diária de apenas 4,8 horas, 20% a menos do que um estagiário.

De acordo com a pesquisa, a média de horas trabalhadas pelo ex-capitão vem caindo, passando de 5,6 horas em 2019 para apenas 3,6 horas em 2022, uma redução de 35% em dois anos.

As médias indicadas na pesquisa incluem o tempo de deslocamento de Bolsonaro para os compromissos. Portanto, sempre que atuou por mais de 5 horas em um único dia, foram levadas em conta as horas que o presidente estava em trânsito.

O estudo também mostrou que as sextas-feiras são os dias em que Bolsonaro tem, em média, a menor carga horária, registrando apenas 4,3 horas de trabalho. Recentemente, o próprio ex-capitão reconheceu a agenda vazia nas sextas e disse que usa o período para atualizar as redes sociais.

“Eu tiro o atraso do serviço e atualizo algumas mídias sociais. Amanhã eu tomo café com alguém aqui, talvez vá almoçar em algum lugar. E fico aí. É quase uma prisão domiciliar. Mas a gente está servindo à Pátria”, disse Bolsonaro


Compartilhe esse post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *