Início » CENTENÁRIO DE PAULO FREIRE É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL

CENTENÁRIO DE PAULO FREIRE É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Luana Tayze

Nesta sexta-feira (03), a Câmara Municipal de Natal realizou uma audiência pública do Centenário de Paulo Freire, proposta pela vereadora e presidenta da Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação, Brisa Bracchi (PT), o evento contou com a participação de movimentos sociais e autoridades da educação no estado do RN. 

Dentre os presentes na mesa, estavam o vice-coordenador do Fórum Estadual de Educação do RN, Alessandro de Azevedo,  o estudante Caio Santos, representante do movimento de juventudes Kizomba, o professor José Arnóbio, reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), a Deputada Estadual Isolda Dantas, além da educadora e militante do Coletivo Enegrecer, Júlia Almeida. Além deles, Ramiro Teixeira que atua na direção da Escola Estadual Professora Marta Pernambuco e é dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), que enfatizou a importância de Paulo Freire nos tempos atuais. “Essa audiência agrega pessoas que encontram na educação uma das formas de melhorar a vida das pessoas, além disso, eventos como esses dão visibilidade à espaços  e pessoas que muitas vezes são esquecidos, por fim tem uma importância política, pois nossos parlamentares precisam conhecer a realidade para saber como administrar para essas pessoas”, finaliza o diretor da escola. 

Para Brisa, a audiência pública sobre essa temática é necessária para lembrar dos ensinamentos de Paulo Freire e como ele colaborou para a educação emancipatória no nosso país. “Paulo Freire representa a construção de uma sociedade justa conquistada a partir da educação. Essa audiência pública é um marco que não deixaremos esse ideal se apagar. Se o Ministério da Educação não celebra o centenário de Paulo Freire, nós fazemos questão de lembrar”, enfatiza a vereadora. 

Paulo Freire foi reconhecido como Patrono da Educação Brasileira em 2012 pela Presidenta Dilma Rousseff. Além de ser o brasileiro mais homenageado da história, com pelo menos 35 títulos de Doutor Honoris Causa de universidades da Europa e América. O Professor é o 3º teórico mais referenciado no mundo inteiro, sendo o brasileiro mais estudado de todas as produções científicas do mundo. Ele exerceu uma de suas atividades em solo potiguar, em 1963, em Angicos, um grupo de professores, sob sua liderança, ensinou 300 adultos a ler e escrever em menos de 40 horas.


Compartilhe esse post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *