Início » Arquivos para 10 de outubro de 2021, 16:48h

outubro 10, 2021


FORA DE CASA, ABC BUSCA BOM RESULTADO PARA MANTER VIVO O SONHO DO ACESSO

  • por
Compartilhe esse post

Divulgação/ABC

O time potiguar ABC foi ao Rio Grande do Sul, onde enfrenta neste domingo (10), às 17h30, o Caxias do Sul, que joga em casa no estádio Centenário.

Longe da torcida, o ABC entra em campo com a missão de conseguir um bom resultado para definir a classificação no jogo de volta, que acontece no próximo domingo (17), no Frasqueirão. 

Os números estão a favor do Alvinegro. Na classificação geral, o ABC tem a segunda melhor campanha do campeonato, enquanto o Caxias ocupa a sétima posição. O time potiguar ainda tem o melhor ataque da competição, com 37 gols marcados. 

O time que levar a melhor nos dois jogos ganha o acesso à ‘Série C’ do Campeonato Brasileiro.

O América de Natal jogou neste sábado (09) contra o Campinense. A partida terminou com o placar zerado para os dois times. A vitória no próximo jogo define quem fica com o acesso.


Compartilhe esse post

ÁLVARO DIAS SE DESPEDE DE PADRE TIAGO: “VAMOS SENTIR FALTA POR TUDO QUE FEZ A MILHARES DE NATALENSES”

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Alex Régis / Secom

A emoção tomou conta do bairro de Igapó durante a missa de corpo presente do padre Tiago Theisen, na manhã deste domingo (10), na Capela de Santa Cruz, Zona Norte de Natal. O prefeito Álvaro Dias, ao lado da primeira dama, Amanda Grace, participaram da celebração presidida pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha.

Padre Tiago Theisen faleceu no sábado (9), em um hospital da capital. Natural da Bélgica, viveu por 90 anos onde passou grande parte da vida levando o evangelho de Cristo para as comunidades. Desde 2010, era pároco da Paróquia de Santa Maria Mãe, no Conjunto Santa Catarina, Zona Norte.

Emocionado, o prefeito Álvaro Dias destacou em sua fala a importância que padre Tiago sempre teve em sua vida, desde quando era estudante de medicina. “Padre Tiago deixou um grande legado para todos nós. Era um homem que se doava para ajudar os menos favorecidos. Acompanhei seu trabalho e vi o quanto se doou para ajudar ao próximo. Esse é um dos discursos mais difíceis que faço. Tenho muita gratidão por todos os ensinamentos que aprendi com este homem de fé. Vamos sentir falta por tudo que fez a milhares de natalenses. Que o seu legado de amor ao próximo jamais seja esquecido”, disse.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), participou da missa de corpo presente do padre e lembrou das suas lutas em vida. “Padre Tiago teve uma vida de lutas e dedicação ao próximo. Deixa um legado importante por suas ações pela educação e formação, principalmente dos jovens. Sua vida e seu legado ficam como exemplos para todos nós. Em nome do povo do Rio Grande do Norte nossa imensa saudade e eterna gratidão”, declarou.

Em sua homilia, Dom Jaime reconheceu todo o trabalho de evangelização que padre Tiago desempenhou durante anos na cidade de Natal. “Era um exímio catequista e pedagogo. A sua grande prioridade era a formação de cidadãos. Todos conheciam seu trabalho de fé na comunidade. Que padre Tiago descanse em paz e que o seu testemunho pela graças de Deus agora eternizado nos console na esperança cristã”, afirmou Dom Jaime.

Após a missa, o corpo foi sepultado na área externa da Capela de Santa Cruz.


Compartilhe esse post

MAGNA LETÍCIA, PRÉ-CANDIDATA ÀS ELEIÇÕES DA OAB/RN, AGRADECE APOIO DA JOVEM ADVOCACIA

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução/Internet

A advogada e Procuradora do Estado do Rio Grande do Norte, Magna Letícia, que é pré-candidata à presidência da OAB/RN, registrou neste sábado (10) o apoio que recebeu da juventude e agradeceu pela confiança.  

“A jovem advocacia mostrou que quer mudança. E eu não poderia estar mais orgulhosa por ser a escolhida para representar essa transformação”, disse a advogada.

Ela reforçou que está apenas no início da campanha e que o apoio dos jovens é fundamental em sua construção. “Muito obrigada a todos que foram mostrar o seu apoio nessa festa linda. Vamos à luta pela OAB/RN, pelos advogados e pelas advogadas de todo o estado!”, afirmou Magna Letícia.

Em discurso durante o evento, Magna reafirmou o desejo de ser eleita e fazer mudanças necessárias na OAB/RN. “Começamos a fazer história desde a campanha. E nós estamos juntas porque somos três mulheres que acreditam que podem fazer uma OAB completamente diferente do que estamos vendo”, afirmou. Magna Letícia, Marisa Almeida e Rossana Fonseca estariam disputando, individualmente, a presidência como oposição. As três mulheres,entretanto, decidiram fazer um pacto pela vitória, lançando a candidatura de Magna.

O pleito eleitoral ocorrerá, de maneira presencial, no dia 19 de novembro de 2021, no horário de 9h às 17h.


Compartilhe esse post

LULA COMENTA RELAÇÃO COM CIRO GOMES E DIZ QUE NÃO VAI REBATER SUAS CRÍTICAS

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução/Agência Brasil

O ex-presidente Lula falou sobre sua relação com Ciro Gomes em coletiva de imprensa realizada em Brasília na última sexta-feira (08). Na ocasião, o pestista foi questionado sobre sua relação com o político cearense Ciro Gomes, que recentemente foi vaiado ao discursar em um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido).

Ele disse que precisa ver o que Ciro disse que provocou a reação dos presentes, mas também lembrou que a vaia é democrática. “Só não foi vaiado neste País quem nunca subiu ao palanque. Eu já fui vaiado muitas vezes e nós temos que gostar da vaia da mesma forma que gostamos do aplauso. Então você não pode fazer uma procissão e achar que isso é ruim, é democrático também”, afirmou.

Sobre as duras críticas que o cearense tem feito, Lula disse que é uma estratégia para ganhar votos, mas que acha normal e muito menos irá rebater. 

“Quando o Ciro Gomes faz crítica a mim, eu acho normal porque se ele quiser disputar as eleições pra ganhar, ele vai ter que criticar Bolsonaro e criticar a mim, porque se não ele não vai a lugar nenhum. Então durante toda a campanha não vou responder as ilações que ele faz a mim”, frisou o petista.

Veja vídeo:

Reprodução/Twitter

Compartilhe esse post

VEREADORA CRITICA ATITUDE DO PREFEITO ALYSSON BEZERRA: “ROMPE QUALQUER RESPEITO E ÉTICA”

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução

O prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra (Solidariedade), invadiu uma sala de cirurgia para registrar, ao vivo, o retorno das ações médicas no município com a volta das cirurgias eletivas. O caso foi denunciado por políticos e portais de notícia da cidade, que cobram explicações sobre a ação.

PREFEITO DE MOSSORÓ EXTRAPOLA SUA MISSÃO, INVADE UTI E MOSTRA CIRURGIA GINECOLÓGICA COMO AÇÃO ADMINISTRATIVA

Assim que o vídeo saiu, a vereadora de Mossoró Larissa Rosado (PSDB) foi às redes sociais comentar o caso e questionar a conduta do prefeito. “Sim, o retorno das cirurgias é extremamente necessário e louvável, mas haveria necessidade do prefeito e uma equipe de vídeo entrar no centro cirúrgico, durante a cirurgia para dar visibilidade a ação?”, apontou.

A vereadora Marleide Cunha (PT) também não se calou diante do ocorrido. No Twitter, ela questionou a atitude do gestor e afirmou que “ele rompe qualquer respeito e ética”.

“O prefeito Allyson enlouqueceu? Mergulhou no seu circo midiático a ponto de entrar no meio de uma cirurgia ginecológica desrespeitando as mulheres,fazendo  fotos e vídeo! Ele rompe qualquer respeito e ética. A máscara cai e revela sua face egoísta, narcisista e autoritária”, declarou a vereadora.

O Conselho Regional de Medicina (CRM) já está ciente da situação e afirmou que vai apurar o caso. Será investigando tanto o acesso do prefeito e equipe à sala, ambiente extremamente estéril, como a gravação feita no momento de um procedimento ginecológico.


Compartilhe esse post

OPERAÇÃO REBOTALHO: PROCESSOS CONTRA O EX-SECRETÁRIO ADJUNTO DE SAÚDE DE NATAL TRAMITAM NA 14ª E 5ª VARAS FEDERAIS NO RIO GRANDE DO NORTE

  • por
Compartilhe esse post

Após o Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte apresentar denúncia e ingressar com ação de improbidade contra o ex-secretário adjunto de Saúde de Natal, Vinícius Capuxu de Medeiros, e o empresário Wender de Sá, cabe agora à Justiça Federal decidir sobre o destino dos denunciados. São dois processos distintos, mas com mesmo teor: um tramitando na vara criminal e outro na vara civil. O processo 0808458-79.2021.4.05.8400T, que é ação penal é julgada pelo juiz titular da 14ª Vara, Francisco Eduardo Guimarães Farias. Já o processo 0808746-27.2021.4.05.8400S, que é ação civil – a de improbidade administrativa e de corrupção empresarial -, está na 5ª Vara para apreciação da juíza substituta Moniky Mayara Costa Fonsêca Dantas.

Em rápida pesquisa sobre o andamento dos processos, verifica-se que no último dia 2 de outubro foi juntada uma certidão de retificação de autuação, que é uma alteração nos dados do processo. Agora, espera-se para os próximos passos a serem tomados pelo juiz Francisco Eduardo Guimarães Farias.

Reprodução

Com relação à ação civil, observa-se que na última sexta-feira (8) houve a intimação ao município de Natal acerca dos despachos da juíza Moniky Mayara Costa Fonsêca Dantas. Com isso, se mostra que o processo está se movimentando.

Reprodução

Lembrando, o ex-secretário adjunto de Saúde de Natal, Vinícius Capuxu de Medeiros, e o empresário Wender de Sá pelos crimes de peculato qualificado, dispensa ilegal de licitação e fraude à execução de contrato administrativo. Os dois direcionaram ilegalmente a contratação da empresa Spectrum Medic Comércio e Serviços Ltda. (nome de fantasia Spectrum Equipamentos Hospitalares) para o fornecimento de 20 respiradores pulmonares – usados ou seminovos – destinados ao combate à pandemia da covid-19 na capital potiguar, por R$ 2,1 milhões.

Os equipamentos, contudo, se mostraram praticamente inservíveis, tendo mais tempo de fabricação e de uso do que a vida útil (prevista para 10 anos). Alguns nunca funcionaram, muitos apresentavam características suspeitas de serem clandestinos ou fruto de falsificação e, mesmo assim, os preços pagos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estavam muito acima dos praticados no mercado.

Além da denúncia, o MPF ingressou com uma ação por improbidade, na qual os dois são réus juntamente com a Spectrum e a Vega Comércio e Serviços Eireli, também controlada por Wender de Sá e que recebeu indiretamente parte dos valores pagos pelo contrato (R$ 1,268 milhão). Ao todo, o prejuízo ao Sistema Único de Saúde foi estimado em, pelo menos, R$ 1.433.340.

*Com informações do MPF


Compartilhe esse post

JOGADORA DE VÔLEI CRITICA BOLSONARO EM ENTREVISTA APÓS PARTIDA E VÍDEO VIRALIZA

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução/SporTV

Após partida pela etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, na tarde deste sábado (09), Carol Solberg, parceira de Bárbara Teixeira, voltou a fazer críticas à gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A declaração foi feita em entrevista, ao vivo, para o SporTV. Solberg lamentou as mais de 600 mil mortes por Covid-19 no Brasil e criticou a postura de Bolsonaro no enfrentamento à pandemia.

“A gente completou, ontem, 600 mil mortes pelo Covid. Os torneios não podem acontecer sem a gente falar sobre isso. Temos um presidente que ainda está defendendo o tratamento precoce nesta altura do campeonato. Isso é muito sério”, declarou a jogadora. 

Além da fala sobre as atitudes de Bolsonaro na pandemia, Carol ainda criticou o veto presidencial sobre a distribuição gratuita de absorventes para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade.

 “A gente viu, nessa semana, o presidente vetando a distribuição gratuita de absorventes para meninas em situação de vulnerabilidade. Eu tenho orgulho de tantas coisas do Brasil, mas me dói muito ver esse momento”, finalizou.

O vídeo viralizou nas redes sociais e rendeu milhares de compartilhamentos. A candidata à vice-presidência em 2018, Manuela D’Ávila, foi uma das pessoas que replicou a declaração da jogadora. “Mais uma fala importante da craque Carol Solberg”, disse na postagem.

A jogadora já tinha criticado o governo em outra situação. Em setembro de 2020, Solberg gritou “fora Bolsonaro” depois de uma partida válida pela primeira etapa do Circuito Brasileiro. Ela chegou a ser denunciada e punida com uma advertência pelo subprocurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei, Wagner Dantas. Entretanto, sua defesa recorreu e o pleno do tribunal optou por rever a decisão anterior e a absolveu.


Compartilhe esse post

FNF: “É LAMENTÁVEL QUE PESSOAS ASSIM AINDA FAÇAM PARTE DO UNIVERSO DO FUTEBOL”

  • por
Compartilhe esse post

Divulgação/PMRN

A Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF) também se manifestou após os casos de agressão contra a delegação do Campinense, time paraibano, que esteve em Natal para partida contra o América neste sábado (09), na Arena das Dunas, pela ‘Série D’ do Campeonato Brasileiro.

Com o término do jogo, que permaneceu no zero a zero, homens com camisas de torcida organizada do América foram até o hotel onde a equipe paraibana estava hospedada, apedrejaram o ônibus e entraram em confronto com torcedores. 

A FNF disse que repudia os atos e lamenta que “pessoas assim ainda façam parte do universo do futebol”

Veja nota na íntegra:

Nota de Repúdio 

A Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol vem a público externar seu mais profundo repúdio em relação aos atos praticados por marginais travestidos de torcedores, que invadiram o hotel no qual a delegação do Campinense Clube estava hospedada, após a partida – que transcorreu dentro da mais absoluta normalidade – contra o América, na noite de ontem, agredindo seus atletas e depredando o local, além do ônibus da delegação paraibana.

É lamentável que pessoas assim ainda façam parte do universo do futebol, cometendo atos criminosos, manchando o nome de instituições centenárias e do próprio esporte.

A FNF informa que já manteve contato com o Ministério Público e irá formalizar requerimento para que todas medidas necessárias sejam adotadas para que os autores de tais atos sejam identificados e exemplarmente punidos, de forma dura e efetiva, dentro do que estabelece a legislação penal e o Estatuto do Torcedor.

Por fim, nos solidarizamos com todos que fazem o Campinense Clube e pedimos desculpas, em nome dos torcedores de bem do Rio Grande do Norte, que são a imensa maioria e que também repudiam atos covardes e criminosos como os praticados por essa minoria de vândalos infiltrados em meio as torcidas.


Compartilhe esse post

AMÉRICA REPUDIA ATOS DE VIOLÊNCIA CONTRA DELEGAÇÃO DO CAMPINENSE

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Ascom/Campinense

A partida entre América e Campinense, neste sábado (09) na Arena das Dunas, terminou com confronto e violência já fora dos campos. Homens com camisas da torcida organizada do América foram até o hotel onde a equipe paraibana estava hospedada, apedrejaram o ônibus e entraram em confronto com torcedores. 

Após o ocorrido, o América veio a público repudiar os atos de violência e vandalismo contra a delegação do Campinense e prestar solidariedade aos integrantes do time. 

O jogo, válido pelas quartas de final da série D, terminou empatado sem gols. Os dois times voltam a se enfrentar no próximo sábado (16), na Paraíba. O time vencedor do confronto ganha o acesso à Série C do Brasileirão.

Veja nota do América na íntegra:

O América Futebol Clube vem a público manifestar seu total repúdio aos atos de violência e vandalismo promovidos por alguns torcedores contra a delegação do Campinense-PB, na noite do último sábado (9), no hotel onde a equipe paraibana estava hospedada.

O clube entende que toda e qualquer rivalidade deve ter como limite o campo de jogo e que fora dele o respeito e a civilidade precisam imperar para segurança de todos e o bem da sociedade.

Práticas como as esta, de atentado contra a integridade física das pessoas, causando imensos prejuízos, além de estarem em completo desalinho às normas e valores desta instituição, construídos ao longo de uma trajetória de 106 anos, também são criminosas e não têm espaço no futebol e nem na sociedade civil.

O América Futebol Clube se solidariza com toda delegação do Campinense-PB e lamenta tais ocorrências que não representam a forma pacífica e hospitaleira do povo Potiguar.


Compartilhe esse post

AGRIPINO TESTA POSITIVO PARA COVID-19

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução/Facebook

O ex-governador do Rio Grande do Norte, José Agripino Maia, declarou neste sábado (09), através de seu perfil no Twitter, que testou positivo para covid-19. 

Segundo Agripino, o teste foi feito neste sábado. Os sintomas são leves. 

“Orientado por infectologista estou seguindo as regras do protocolo”, disse o ex-governador na publicação. 

Na publicação, seguidores desejaram melhoras ao político.

José Agripino Maia é um engenheiro civil e político brasileiro. Ex-presidente nacional do Democratas, foi governador e senador pelo estado do Rio Grande do Norte, além de prefeito da cidade do Natal.


Compartilhe esse post

ÁLVARO DIAS DEFENDE O PLANO DIRETOR DE NATAL NO ARTIGO ‘CRESCIMENTO COM SUSTENTABILIDADE’

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Alex Régis

Com o Plano Diretor entregue à Câmara Municipal de Natal e iniciando seus trâmites, o prefeito da Capital Potiguar, Álvaro Dias (PSDB), viu a necessidade de dar sua visão sobre a proposta e o que pretende para Natal.“Cidades devem ser pensadas para as pessoas”, essa é a base do projeto, segundo o Chefe do Executivo Municipal.

“Um trabalho de mais de três anos cujo texto final foi elaborado após o mais longo e democrático processo de debate com a sociedade natalense. Foram 6 audiências públicas, 14 oficinas, quatro seminários, mais de 100 reuniões técnicas com os 17 subgrupos de trabalho que resultaram em mais de quatro mil contribuições, apresentadas”, destaca o Prefeito.

“Agora cabe à Câmara Municipal, a análise e a aprovação da proposta final que irá balizar o futuro de Natal”, finaliza Álvaro Dias.

Veja artigo na íntegra:

CRESCIMENTO COM SUSTENTABILIDADE

Cidades que proporcionem à população espaços agradáveis, sustentáveis, belos e acolhedores. Lugares onde as pessoas possam se encontrar, conversar e descontrair,  renovando as energias e se libertando do estresse diário. Cidades pensadas e projetadas para todos aqueles que nelas vivem, moram e habitam. Esse o conceito desenvolvido a partir das ideias de urbanistas e humanistas como Jane Jacobs e Jahn Gell, quando afirmam que as “cidades devem ser pensadas para as pessoas”. E essa é a linha mestra que norteou as propostas do município na elaboração do projeto do novo Plano Diretor de Natal que entregamos à Câmara Municipal de Natal. 

Um trabalho de mais de três anos cujo texto final foi elaborado após o mais longo e democrático processo de debate com a sociedade natalense. Foram 6 audiências públicas, 14 oficinas, quatro seminários, mais de 100 reuniões técnicas com os 17 subgrupos de trabalho que resultaram em mais de quatro mil contribuições, apresentadas. Tudo isso, usando a tecnologia como aliada no sentido de dar transparência com transmissões ao vivo pelas redes sociais e todos os atos públicos gravados e disponibilizados na íntegra no site oficial e no youtube do Plano Diretor. Além disso, o projeto foi discutido nos seis conselhos municipais e passou pela Conferência das Cidades com 119 delegados. 

Dito de outra forma, é um projeto de lei da cidade e para a cidade. Para a cidade que queremos para o futuro. Para a cidade que queremos com desenvolvimento gerando oportunidades de trabalho e renda, sem abrir mão da preservação ambiental. 

Natal tem características muito próprias de fragilidade ambiental por estar cercada por dunas, rio e o mar, e isso foi observado na proposta final a ser analisada pelo Legislativo na última etapa da revisão do Plano Diretor. Isso, no entanto, não pode ser motivo para se engessar a cidade. O resultado desse excesso de restrições impostas na legislação atual foi o crescimento exponencial de  Nova Parnamirim, São Gonçalo e mais recentemente Extremoz, que ganhou condomínios horizontais bem próximo à divisa com Natal. Enquanto isso, regiões inteiras da cidade, como a Zona Norte, permanecem praticamente inalteradas, impedindo os moradores da região de verem seus imóveis valorizados e um maior adensamento populacional que, com certeza, redundaria em novos investimentos também no comércio e nos serviços. 

Disso resulta: perda de qualidade de vida para os habitantes que têm que se deslocar por distâncias cada vez maiores, gastando tempo e dinheiro, maiores problemas urbanísticos para as administrações e pressão sobre o meio ambiente nas áreas próximas da capital, prejuízos para Natal, que perde receita com o IPTU mas continua arcando com boa parte das despesas dos moradores das cidades vizinhas que se utilizam de serviços prestados na capital. É uma equação em que todos perdem, principalmente os moradores das regiões mais pobres que vem seus imóveis impedidos de uma maior valorização pela perda do valor da terra em função da legislação restritiva atual. 

Na proposta final do Plano Diretor entregue à Câmara pouco mais de 35% do território serão adensáveis, mesmo assim condicionado à capacidade de suporte das bacias de Esgotamento Sanitário, ou seja, o adensamento levará em conta os eixos de mobilidade e o destino adequado de esgotos.  

Jane Jacobs, no seu livro Morte e Vida das Grandes Cidades, defende a densidade e a vida em comunidade, a capacidade de conhecer o vizinho, criar redes, misturar-se com os diferentes nos espaços públicos como solução para problemas como a violência. Nossa gestão tem se pautado pelo lema Cidade para as Pessoas, título do livro mais famoso do urbanista dinamarquês, Jan Guel, que em tem muitos pontos de intersecção com o pensamento de Jacobs. No Plano de Governo que apresentamos aos natalenses em 2020 deixamos claro a proposta de que seríamos, como Poder Público, indutores da modelagem para uma cidade inclusiva, humana e moderna, que valorize os espaços públicos. 

Um trabalho que não é de uma administração, mas da própria sociedade, afinal, como nos ensinou Jacobs, as cidades são construídas e regidas pela interação de forças e interesses conflitantes que devem sempre ser objeto de diálogo e de negociação. Agora cabe à Câmara Municipal, a análise e a aprovação da proposta final que irá balizar o futuro de Natal. 

*Artigo publicado na Tribuna do Norte


Compartilhe esse post

ARTIGO: RELAÇÕES PERIGOSAS

  • por
Compartilhe esse post

Por Marcelo Alves Dias de Souza

Há livros que nos remetem a outros livros. E essa relação se dá, pelo menos para mim, com “O caso dos dez negrinhos” (“Ten Little Niggers”, 1939), da minha grande amiga Agatha Christie (1890-1976), e “A pane” (“Die Panne”, 1956), de Friedrich Dürrenmatt (1921-1990), sobre quem escrevi recentemente.

“Ten Little Niggers” – que também é publicado sob os títulos “Ten Little Indians”, “The Nursery Rhyme Murders” e “And Then There Were None”, em razão da polêmica sobre o caráter racista do seu título original – é um dos livros mais conhecidos da minha amiga. Os seus admiradores conhecem bem o enredo: localização sinistra e personagens estereotipados. Dez pessoas são convidadas para uma mansão na ilhota chamada Nigger/Indian Island (inspirada em Burgh Island, localizada na costa de Devon). Os convidados chegam, entusiasmados, em uma tarde de verão. Mas a coisa muda em meio a uma tempestade que os deixa isolados na pequena ilha. E todos têm algo a esconder. “Crimes” que a “Justiça dos homens” não foi capaz de punir. Um a um, eles são indiciados, condenados e mortos. Para os amantes do direito, tudo encanta em “Ten Little Niggers”, a começar pela atmosfera de investigação/audiência/julgamento, com todo um vocabulário próprio dos tribunais. Entre as personagens, há até um juiz aposentado (famoso pelo pendor de “seus” réus à forca), que “preside” várias passagens/audiências. A obra nos faz pensar até que ponto é salutar a justiça absoluta, que pode significar apenas um sádico prazer em assistir à dor alheia, e em quem estaria apto para provê-la.

Já “A pane”, de 1956, conta a estória de um caixeiro-viajante que, após uma avaria no seu carro, é convidado para jantar e pernoitar na casa de um juiz aposentado. Alfredo Traps (“armadilhas”, em inglês) é o nome desse outrora tão comum representante de vendas. O desenrolar do pernoite ganha ares sinistros. O anfitrião convida o caixeiro a participar de um jogo, em que o juiz e seus três amigos – um ex-promotor, um advogado de defesa e um “carrasco” – se divertem durante o jantar. O jogo é um julgamento simulado no qual Traps será o réu. Sugere-se que o caixeiro teria causado a morte do seu próprio chefe. Ele também teria tido um caso com a esposa deste. O promotor então acusa o “réu” de homicídio premeditado. Após os argumentos finais, o juiz sentencia Traps à morte. Os “operadores do direito” agradecem ao caixeiro a sua esportividade e pedem que ele acompanhe o carrasco até um quarto reservado. Mais tarde, quando se vai entregar o veredicto escrito ao “condenado”, descobre-se que este se enforcou. A coisa torna-se ainda mais sinistra e tensa. A trama foi inicialmente formulada como uma peça de rádio (e, aqui, o final é diferente). Ganhou prêmios e foi logo transformada em romance. Foi novamente readaptada, pelo próprio autor, desta vez para os palcos, com mais um final diferente. E, claro, foi bater na TV e no cinema, sendo “The Deadly Game”, filme de 1982, direção George Schaefer (1920-1997), a versão mais conhecida. Recomendo!

O romance de Christie é anterior ao de Dürrenmatt (respectivamente, de 1939 e 1956). Será que este teria se inspirado naquela? Curiosamente, descobri na Internet que Dürrenmatt paga tributo a outro grande escritor, Guy de Maupassant (1850-1893), provavelmente tendo por base um conto/novela deste intitulado “Le Voleur” (1882). E outros já relacionam “A pane” com o romance “The Four Just Men” (1905), de Edgar Wallace (1875-1932).

Noves fora a curiosidade, tudo isso pouco importa. Antoine Lavoisier (1743-1794) já dizia: “Na Natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Outro grande francês, François-René de Chateaubriand (1768-1848), disse: “O escritor original não é aquele que não imita os outros, mas aquele que não pode ser imitado por ninguém”. E o enorme T. S. Eliot (1888-1965) arrematou algo como: “Os grandes escritores não plagiam, eles se inspiram”.

Bom, nestas páginas, eu ponho para relacionar quem eu quiser. Até a minha Agatha Christie. Sejam essas relações, que envolvem assassinatos e inspiração, perigosas ou não.

Marcelo Alves Dias de Souza

Procurador Regional da República

Doutor em Direito (PhD in Law) pelo King’s College London – KCL


Compartilhe esse post