Início » Arquivos para 3 de setembro de 2021, 21:17h

setembro 3, 2021


JUIZ FEDERAL E PROFESSOR DA UFRN RELATA EXPERIÊNCIAS PARA ALUNOS DE HARVARD

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução

Nesta sexta-feira (03), o Juiz Federal e Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Marco Bruno Miranda, atendeu a um convite para relatar um pouco de sua experiência profissional no campo da inovação pública, especial no âmbito judicial, em uma aula do curso “Spark Social Change”, da Universidade de Harvard, mais especificamente da Harvard Kennedy School. 

Segundo o jurista, a ocasião foi uma honra. “Mais do que isso: fui surpreendido com a constatação de que o tema da aula, presencial, porém na qual entrei por videoconferência, era exclusivamente um estudo de caso envolvendo um desafio que precisei enfrentar como Diretor do Foro da Justiça Federal do Rio Grande do Norte, tendo eu entrado ao final para debater com a turma a experiência real por alguns minutos”, comenta. 

Além disso, ele explica que: “por meio da minha experiência concreta, vivenciada aqui mesmo em Natal, os alunos debateram conceitos que envolvem como pensar e agir estrategicamente em direção à transformação da sociedade. Durante o curso, eles vão estudar o processo de transformação social a partir de casos da Índia, dos Estados Unidos, do Chile, da Holanda, de Bangladesh e do Japão, além do Brasil, naturalmente”.

Ele finaliza ressaltando que foi um misto de orgulho e de humildade: “feliz de constatar que o hercúleo esforço diário, por mínimo que seja, pode ser reconhecido e transformar vidas”.


Compartilhe esse post

MINISTRO FACHIN CONFIRMA DECISÃO DE ABRIR MALOTES DE VEREADORES DE PARNAMIRIM/RN

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Nesta sexta-feira (03), o Ministro Luiz Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu que o pedido de concessão de antecipação da tutela recursal para que os malotes levados da presidência e de outros gabinetes durante investigação da Operação Dízimo, deflagrada na Câmara Municipal de Parnamirim, não fossem abertos pelo Ministério Público (MP), não prospera. Agora, a abertura de todos os malotes pode incendiar a Câmara com consequências imprevisíveis.

Anteriormente, o presidente da Câmara, Wolney França, entrou na Justiça e conseguiu evitar essa abertura.

CONFIRA TRECHOS DA DECISÃO:

“Como mais, nota-se que constam do mandado de busca e apreensão a delimitação geográfica e sua finalidade geral, o que, em princípio, basta para afastar a alegação de nulidade, tendo em vista que, consoante entendimento reverberado no Supremo Tribunal Federal, ‘o art. 243 do Código de Processo Penal não exige detalhamento, no mandado de busca e apreensão, dos objetos a serem apreendidos’ (HC nº 201.071, Rel. Min. Marco. Aurélio de Mello, DJe de 2.7.2021)”.

Reprodução

PARNAMIRIM. MALOTES PODEM SER ABERTOS E QUEIMAR A CÂMARA QUASE TODA

“Ausentes os pressupostos necessários à concessão do provimento vindicado, indefiro-o.”

MP PEDE SEQUESTRO DE BENS, PERDA DO MANDATO E AFASTAMENTO DE VEREADORA DE PARNAMIRIM

CONFIRA DECISÕES NA ÍNTEGRA:

RHALESSA DE CLÊNIO

Reprodução Instagram

O Ministério Público Eleitoral ofereceu denúncia, em desfavor de Alex Sandro da Conceição Nunes da Silva, Antônio Alexandre de Sousa Oliveira, Danilo Rodrigues Peixoto de Vasconcelos, Gerlúcio de Aquino Guedes, Rhalessa Cledylane Freire dos Santos, Sandoval Gonçalves de Melo, à Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte, incluindo como uma das medidas cautelares à vereadora de Parnamirim, Rhalessa Cledylane Freire Dos Santos, conhecida como Rhalessa de Clênio, o afastamento do cargo legislativo de vereador... LEIA MAIS:

PROFESSOR ÍTALO

Italo Siqueira (@prof_italosiq) | Twitter
Reprodução Twitter

O Ministério Público ingressou com ação na Justiça Eleitoral denominada Medida Cautelar de Afastamento do Cargo Legislativo de Vereador, contra o vereador de Parnamirim, Ítalo de Brito Siqueira, conhecido como Professor Ítalo. A ação discorre sobre a investigação que culminou com a prisão dos vereadores Professor Ítalo e Rhalessa de Clênio e o afastamento do cargo por 180 dias. Os parlamentares conseguiram liberdade em menos de 24 horas após a decretação da prisão e também conseguiram a redução do prazo de 180 dias de afastamento para apenas 30 dias, o que provocou a volta dos dois ao exercício do mandato. LEIA MAIS:

OPERAÇÃO DÍZIMO

A operação Dízimo cumpriu dez mandados de busca e apreensão e 5 mandados de prisão temporária em Parnamirim. A ação contou com a participação de 15 promotores de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), 17 servidores do MPRN e 68 policiais militares. Além dos vereadores também foram presos o ex-vereador Alex Sandro da Conceição Nunes da Silva, o ex-chefe de gabinete do vereador e presidente do Partido Solidariedade em Parnamirim Sandoval Gonçalves de Melo e o diretor do Clube de Futebol Visão Celeste, Danilo Rodrigues Peixoto de Vasconcelos.


Compartilhe esse post

BOLSONARO PEDE AO STF QUE CONGRESSO UNIFIQUE ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS

  • por
Compartilhe esse post

Presidente jair bolsonaro durante cerimonia no planalto 4
Hugo Barreto/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Corte fixe o prazo de 120 dias para que o Congresso Nacional aprove projeto de lei complementar que propõe a unificação do preço do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis nos estados.

Nessa quinta (2), durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, o chefe do Executivo já havia adiantado que acionaria o Supremo por meio de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO). Na ocasião, Bolsonaro voltou a criticar governadores por “aumentarem” a alíquota do ICMS nos estados.

“E no tocante aos governadores – que deviam seguir a Emenda Constitucional 33 de 2001 –, toda vez que aumenta um pouquinho o combustível, eles aumentam na ponta da linha. Esse aumento quase que é o dobro daquilo que se registra lá na origem. […] Não tem exceção. São todos que fazem exatamente a mesma coisa”, declarou.

Em janeiro deste ano, o governo encaminhou um projeto de lei ao Congresso propondo mudanças no cálculo do ICMS sobre os combustíveis. O projeto, no entanto, não avançou. A ideia do governo era definir uma “alíquota uniforme e específica” para cada combustível, ou seja, um valor fixo e unificado em todo o país.

Na ação enviada ao STF, também assinada pelo advogado-geral da União, Bruno Bianco, o governo afirma que o Legislativo, ao se omitir sobre o assunto, fere os princípios constitucionais, gerando uma situação em que as alíquotas do tributo variam em cada estado e de acordo com o tipo de produto.

“A forte assimetria das alíquotas de ICMS enseja problemas que vão muito além da integridade do federalismo fiscal brasileiro, onerando sobretudo o consumidor final, que acaba penalizado com o alto custo gerado por alíquotas excessivas para combustíveis – que são insumos essenciais, e, por isso, deveriam ser tratados com modicidade – e com a dificuldade no entendimento da composição do preço final desses produtos”, diz o documento.

O governo federal ressaltou que a unificação do preço do ICMS foi incluída na legislação por meio da Emenda Constitucional 32 de 2001. O ato prevê que o valor do imposto estadual pode ser estabelecido por ad valorem, ou seja, quando o tributo incide como uma porcentagem sobre o valor da operação, a exemplo do que é feito hoje em dia – ou por preço por unidade de medida adotada.

“Gasolina está barata”, diz presidente

No mês passado, durante conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que a gasolina estava “barata”. O presidente afirmou que o combustível “custa R$ 1,95 na refinaria”. Na época, o preço da gasolina comum no país era de R$ 5,866.

“Está barata a gasolina. Não, está barata… Custa R$ 1,95 na refinaria. Até chegar na ponta, lá…”, declarou.

“Você pode ver, o imposto federal na gasolina existe. Chama-se PIS-Cofins. Ele é o mesmo valor fixo desde que eu assumi. Por dois anos e meio eu não aumentei nada. Agora, o ICMS está quase o dobro do que estava no início de janeiro. ICMS é dos governadores. Eu não sou… eu sou passível de crítica, sem problema nenhum, agora, vamos criticar com razão”, ressaltou o presidente.

*Informações do Metrópoles.


Compartilhe esse post

COVID: RN SEGUE COM 154 LEITOS CRÍTICOS E 186 LEITOS CLÍNICOS DISPONÍVEIS

Compartilhe esse post

Regula RN – Consulta realizada por volta das 20h desta sexta-feira (03)

Por volta das 20h desta sexta-feira (3), de acordo com consulta na Plataforma Regula RN, o estado permanece com fila zerada para UTI Covid. Neste período, só havia um paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação e dois aguardavam transporte. Foram registrados disponíveis 154 leitos críticos e outros 186, sendo clínicos.

Regula RN – Consulta realizada por volta das 20h desta sexta-feira (03)
Regula RN – Consulta realizada por volta das 20h desta sexta-feira (03)
Regula RN – Consulta realizada por volta das 20h desta sexta-feira (03)
Regula RN – Consulta realizada por volta das 20h desta sexta-feira (03)

Compartilhe esse post

SENADOR QUER CONVOCAR EX-MULHER DE BOLSONARO PARA DEPOR NA CPI

  • por
Compartilhe esse post

Alessandro Vieira_CPI da Covid-19
Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou, nesta sexta-feira (3), junto à CPI da Covid-19, requerimentos de convocação da ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) Ana Cristina Siqueira Valle. A investida é resultado dos diálogos divulgados que apontam suposto envolvimento da ex-companheira do mandatário do país com lobistas investigados pelo colegiado por atuação suspeita no Ministério da Saúde.

O parlamentar destaca que a CPI obteve indícios de ilicitudes com base em mensagens eletrônicas extraídas de aparelho telefônico apreendido pelo Ministério Público Federal (MPF) do Pará, cujo conteúdo foi encaminhado à comissão.

Segundo Vieira, a ex-mulher de Bolsonaro teria entrado em contato com o Palácio do Planalto para “exercer influência” no processo de escolha do defensor público geral junto ao ministro da Secretaria-Geral da Presidência e ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Jorge Oliveira.

Além disso, o senador afirma que a ex-mulher de Bolsonaro tem relação próxima a Marconny Nunes Ribeiro Albernaz de Faria, apontado como lobista influente no Ministério da Saúde, tendo intermediado negócios, inclusive, para a Precisa Medicamentos, investigada pelo colegiado no âmbito da venda da vacina Covaxin.

Acusado de fugir do depoimento à CPI, Marconny tem bom trânsito no Ministério da Saúde, além de possuir laços estreitos com parentes e pessoas próximas ao presidente. Pela atuação na intermediação de vendas de insumos a diferentes órgãos públicos, o lobista tornou-se alvo de investigações e entrou no radar da comissão que apura ilicitudes envolvendo ações do governo federal para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

*Informações do Metrópoles.


Compartilhe esse post

EX-SECRETÁRIO DE GUEDES: “É DIFÍCIL GOVERNAR O PAÍS POR CAUSA DA CONSTITUIÇÃO”

  • por
Compartilhe esse post

salim-mattar
Alan Teixeira/Divulgação

Às vésperas das manifestações do dia 7 de setembro, o ex-secretário de Desestatização do governo Bolsonaro e empresário Salim Mattar disse, nas redes sociais, que “é difícil governar o Brasil por causa da Constituição” e criticou decisões do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mattar disse, na última segunda-feira (30), que “é difícil governar devido à nossa Constituição” e criticou decisões da Suprema Corte. “STF já tomou 123 medidas contra o governo desde 2019”, escreveu.

Na quarta-feira (1°), o empresário publicou a frase: “A sociedade brasileira precisa acordar, se rebelar, denunciar e não aceitar como as instituições estão se comportando e nem (sic) com o estado de coisas”.

No mesmo dia, Mattar disse que o manifesto da Federação das Indústria de Minas Gerais (Fiemg), alinhado a Bolsonaro e crítico ao STF, é “excelente”.

Em meio à crise política e institucional, bolsonaristas organizam manifestações pelo país no dia 7 de setembro – feriado da Independência –, com foco em Brasília e São Paulo.

*Informações do Metrópoles.


Compartilhe esse post

RENAN BOLSONARO APAGA HOMENAGEM A EX-EMPREGADO QUE RELATOU RACHADINHA

  • por
Compartilhe esse post

Jair Renan Bolsonaro e o ex-funcionário da família Marcelo Luiz Nogueira dos Santos - Reprodução/Instagram Jair Renan Bolsonaro
Jair Renan Bolsonaro e o ex-funcionário da família Marcelo Luiz Nogueira dos Santos. Foto: Reprodução/Instagram Jair Renan Bolsonaro

Jair Renan Bolsonaro, filho ’04’ do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), apagou hoje a homenagem que havia feito a Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, ex-funcionário da família que acusou a ex-mulher do presidente e mãe de Renan, Ana Cristina Valle, de rachadinha.

O jovem publicou no dia 20 de junho uma foto com Marcelo e escreveu uma legenda parabenizando-o por seu aniversário. “Você tem sido um grande amigo para mim. Você me ensinou muito, especialmente a como me tornar uma boa pessoa”, publicou.

Uma reportagem do UOL verificou que a postagem ainda estava disponível na manhã desta sexta-feira (03), no perfil do Instagram do filho do presidente. No início da tarde, no entanto, já não era mais possível visualizá-lo. Veja o print abaixo:

Print de publicação de Jair Renan Bolsonaro em foto com o ex-funcionário da família, Marcelo Luiz Nogueira dos Santos - Reprodução/Instagram Jair Renan Bolsonaro - Reprodução/Instagram Jair Renan Bolsonaro
Print de publicação de Jair Renan Bolsonaro em foto com o ex-funcionário da família, Marcelo Luiz Nogueira dos Santos. Imagem: Reprodução/Instagram Jair Renan Bolsonaro.

Na postagem, Renan dizia ainda que agradecia a Deus por ter colocado Marcelo em seu caminho. Ele escreveu que o ex-funcionário tinha empatia e carinho contagiantes, além de fazer votos de felicidades. Até a manhã de hoje, a imagem teve mais de 62 mil curtidas. A publicação reunia diversos comentários de pessoas que faziam referência à denúncia feita por Marcelo, elogiando-o e criticando Jair Renan e sua família.

Ex-funcionário acusou Ana Cristina

Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), contou em entrevista à colunista do UOL Juliana Dal Piva que no período em que foi funcionário do filho mais velho do presidente na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio) era obrigado a devolver mensalmente 80% de seu salário.

A informação foi revelada pela coluna do jornalista Guilherme Amado, no portal Metrópoles, e confirmada por Dal Piva, que ouviu outros detalhes do ex-assessor, que é conhecido como Marcelo Nogueira. Ele afirma que, além dos 80% do salário, tinha que entregar porcentagem semelhante do 13º salário, das férias, do que recebia como vale-alimentação e ainda da restituição do imposto de renda.

De acordo com Nogueira, ele precisava entregar esses valores em dinheiro vivo nas mãos de Ana Cristina.

A defesa de Flávio afirmou que ele “desconhece supostas irregularidades que possam ter sido praticadas por ex-servidores da Alerj ou possíveis acertos financeiros que eventualmente tenham sido firmados entre esses profissionais. O parlamentar sempre seguiu as regras da assembleia legislativa e tem sido vítima de uma campanha de difamação. Tanto a defesa quanto o senador desconhecem as afirmações de Marcelo Luiz Nogueira dos Santos”.

*Informações do OUL.


Compartilhe esse post

JORNALISTA CASSIANO ARRUDA CRITICA MANIFESTAÇÕES NO DIA DA INDEPENDÊNCIA: “NÃO É ASSIM QUE SE FAZ UM BRASIL MELHOR”

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução

O veterano jornalista Cassiano Arruda comentarista da TV Tropical, no programa RN no ar, se posicionou sobre possíveis manifestações, previstas para o 7 de setembro, dia da independência. “Eu não me lembro nem nos piores dias de intranquilidade política nesse país, de alguma coisa parecida com o que estamos vendo nesse momento”, declarou o jornalista.

Ele destaca que os desfiles cívicos e escolares são o que marcam o 7 de setembro na nossa mente, mas nesse ano não vamos ter nem um nem outro. Para Cassiano, “se resolveu compensar a falta dos desfiles cívicos com manifestações de rua e levando para algo incontrolável e perigoso, que é você guardar gasolina junto do foco”.

Ele ainda critica o gesto do presidente de estimular as manifestações, que é algo próprio da democracia, porém “quando chega no radicalismo é um perigo” 

Ele finaliza seu posicionamento afirmando que “não é assim que se faz um Brasil melhor. Se faz com civismo, com trabalho e com amor à pátria. Eu acho que o 7 de setembro era uma ótima oportunidade para isso acontecer.”

Veja Vídeo do programa RN no ar, da TV Tropical, compartilhado pelo Território Livre:


Compartilhe esse post

SÉRGIO CAMARGO: “NÃO POSSO SER ESCRAVO DA ESQUERDA! FUI CRIADO NUMA FAMÍLIA RELIGIOSA E DIGNA”

  • por
Compartilhe esse post

Não se doa o que não presta”, diz Sérgio Camargo sobre livros “comunistas”  | Poder360
Sérgio Camargo. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

“Gostam de preto bandido e analfabeto”

Sérgio Camargo

Essas foram as palavras do presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, que usou seu perfil nas redes sociais, nesta sexta-feira (03), para detonar esquerdistas que o criticam. Segundo Sérgio, ele não pode ser “escravo” da mentalidade de esquerda, por conta da “boa criação” que teve.

“Desculpa, esquerda, se não tenho vocação para ser seu escravo. É que fui educado numa família católica, tradicional, culta e digna”.

Sérgio Camargo

Ou seja, na perspectiva dele, mais uma vez emitida de forma extremamente preconceituosa, famílias que não são católicas e tradicionais, por exemplos, não são dignas. A cereja do respeito é o que falta no bolo do governo bolsonarista.

Confira publicação:


Compartilhe esse post

EX-SECRETÁRIA-ADJUNTA DA SESAP INVESTIGADA NA OPERAÇÃO LECTUS DIVULGA CARTA E DIZ QUE PEDIU DESLIGAMENTO: “SENSAÇÃO DE DEVER CUMPRIDO”

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução

A ex-secretária-adjunta de Saúde do Rio Grande do Norte, Maura Sobreira, divulgou uma carta falando sobre sua exoneração do cargo, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (3). Ela está sendo investigada na Operação Lectus, que visa combater o desvio de recursos federais destinados ao tratamento da covid-19, e havia sido afastada do cargo.

No texto, direcionado “aos colegas da caminhada em defesa do SUS potiguar”, Sobreira diz que pediu desligamento da Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) e que sai com sensação de dever cumprido. “É com o sentimento de dever cumprido, de não ter me esquivado de salvar vidas, como servidora pública desse estado, que solicitei meu desligamento da Secretaria de Saúde”.

GOVERNADORA FÁTIMA BEZERRA DEMITE SERVIDORA DA SAÚDE QUE ESTAVA AFASTADA PELA JUSTIÇA

Segundo a ex-secretária-adjunta, ela pretende retornar à docência na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte. Maura fala ainda em “produzir minha defesa diante dos últimos acontecimentos, de forma desvinculada da Sesap”.

Além de Maura, a ex-coordenadora de Atenção à Saúde (CAS), Gilsandra de Lira Fernandes, que também foi afastada, teve sua exoneração publicada no DOE nesta sexta.

Confira a carta na íntegra:

“Aos colegas da caminhada em defesa do SUS potiguar,

É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir! 

Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo…
Paulo Freire

Sempre na perspectiva freiriana pautei minha práxis, no diálogo, na luta pela educação e sistema público de saúde, pela defesa incansável da vida. Vivenciei a maior crise sanitária da história do Sistema Único de Saúde e tive a honra de não ter me esquivado nesse processo pandêmico que atravessou a sociedade e a saúde publica mundial. 

Nos meus 16 anos de atuação de gestão pública no SUS, vivemos o ineditismo de dias tão difíceis, com tantas vidas se perdendo de forma rápida no enfrentamento a um inimigo invisível.

Nesse processo, tive a oportunidade desde 2019 no governo do Rio Grande do Norte, acompanhar as importantes mudanças na condução da política de saúde estadual, inicialmente como diretora do Hospital Regional do Seridó, com o fortalecimento a regionalização, descentralização de ofertas assistenciais, qualificação dos processos de trabalho e das equipes e especialmente da integração ensino-serviço, que vem provocado mudanças estruturantes em toda a rede estadual de saúde. 

Com a chegada da pandemia, nossa rotina mudou, foram meses distante de familiares, dedicados a planejamento, operacionalização e qualificação imediata de uma rede assistencial, das praticas de vigilância em saúde e toda uma cadeia logística para garantir estratégias de enfrentamento a pandemia por covid-19 eficazes e oportunas. 

Muito aprendizado se teve nesse processo e muitos parceiros estiveram conosco nos momentos mais difíceis apoiando tecnicamente e nas tomadas de decisões, a exemplo da Organização Pan Americana de Saude/ OPAS, CONASS, Projetos Proadi-SUS do Ministério da Saúde e dos Hospitais de Excelência do País, UERN, UFRN, UFERSA, FIOCRUZ, COSEMS- RN, Conselho Estadual de Saúde, Prefeitos, Ministérios Públicos e diversas secretarias do governo estadual.

Diante da caminhada exitosa no enfrentamento à Pandemia na região do Seridó que se despontou rapidamente através de esforços conjuntos como pólo para atendimento a pacientes com covid-19, acolhendo demanda de várias regiões de saúde, recebi o convite do Secretário Cipriano para apoiar a estruturação de planos regionais de contingência para o enfrentamento a pandemia por covid-19 através da OPAS junto a SESAP nas 2a, 6a e 8a região de saúde. A partir da participação no Comitê de Operações de Emergências em Saúde Pública- COE como representante das regiões de saúde em em junho de 2020, pude acompanhar e verificar o esforço do governo que nas tomadas de decisões para o enfrentamento a pandemia.

Para minha surpresa em julho de 2020, fui convidada a atuar como Subsecretaria de Planejamento e Gestão da SESAP, e logo em seguida com o pedido de exoneração do Secretário Adjunto da época, fui nomeada em 01 de setembro de 2020 para função de Secretária Adjunta de Saúde Pública. 

Enquanto servidora pública, desde agosto de 2009 na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, sempre exerci minhas funções públicas com muita dedicação, compromisso, e zelo com o bem público. Nunca respondi nenhum processo administrativo, ou passei por constrangimentos ao exercício as funções públicas exercidas. 

Sempre exercitei o diálogo com o controle social, e fui conselheira de saúde em diferentes esferas, espaço que sempre defendi para fortalecimento do SUS. 

O diálogo com os órgãos de controle externo sempre foi uma prática constante, o que pode ser evidenciado em inúmeras atas de registros de reuniões semanais que participava com assiduidade na função de Secretária Adjunta. Nunca fui filiada a partido político, sempre foi uma opção minha a defesa do SUS de forma suprapartidária.

Durante os últimos 970 dias, pude acompanhar não como expectadora, mas de forma muito implicada e ativa, muitas mudanças importantes nas politicas públicas do Rio Grande do Norte, conduzidas por uma governadora de práticas inclusivas, de respeito e compromisso com a população que vem reconstruindo a história e resgatando a estima do povo potiguar. 

É com o sentimento de dever cumprido, de não ter me esquivado de salvar vidas, como servidora pública desse estado, que solicitei meu desligamento da Secretaria de Saúde, para que possa retornar aos quadros de docentes da UERN e produzir minha defesa diante dos últimos acontecimentos, de forma desvinculada da SESAP.

Nesses termos, agradeço a todos os colegas do governo, SESAP, COSEMS, Conselho Estadual de Saúde, representantes de usuários, trabalhadores e equipes dirigentes dos serviços de saúde, colegas das universidades pela parceria na incansável defesa da vida e do SUS.

Continuarei na defesa do SUS, na Universidade, na formação de profissionais de saúde comprometidos com o sistema público de saúde, com a vida das pessoas.

Gratidão a todos“,

Profa. Dra. Maura Vanessa Sobreira 
Enfermeira, Sanitarista, Docente da UERN.


Compartilhe esse post

PARNAMIRIM REVITALIZA AVENIDA PARA RECEBER ROGÉRIO MARINHO. VEREADOR DENUNCIA AÇÃO: “QUANDO A PREFEITURA QUER ELA FAZ”

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução/ Instagram

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PSDB), participou nesta sexta-feira 3 de uma solenidade do Governo Federal em Parnamirim, na Grande Natal. O potiguar fez a entrega de 256 moradias a famílias de baixa renda do município. A ação compõe o programa Casa Verde e Amarela – similar ao extinto Minha Casa, Minha vida.

Entretanto, em vídeo publicado na noite desta quinta-feira (02), o vereador do município, Gabriel César (PSL), registrou uma ação da prefeitura para revitalizar a avenida que leva ao Residencial Irmã Dulce II, onde aconteceu a entrega das casas. “Quando a Prefeitura quer, ela faz!”, disse o vereador.

Gabriel César ainda pontua que não é contra a presença do ministro Rogério Marinho, muito pelo contrário, “quero que ele venha mais vezes e para outros cantos da cidade”, ironizou. 

“O povo de Parnamirim merece esse mesmo empenho diante das demandas diárias de cada bairro”, afirmou o vereador Gabriel César.

O Residencial Irmã Dulce III é o terceiro módulo de um complexo que compreende um total de 768 apartamentos. O empreendimento recebeu investimentos federais de R$ 14,5 milhões.

Veja vídeo:


Compartilhe esse post

MORAES EXIGE LAUDO MÉDICO PARA TRANSFERIR ROBERTO JEFFERSON A HOSPITAL

  • por
Compartilhe esse post

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes exigiu um laudo médico para autorizar a transferência do presidente do PTB, Roberto Jefferson. O político está preso acusado de integrar uma suposta organização criminosa digital contra a democracia.

Jefferson está internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Bangu, no Rio de Janeiro, mas quer a transferência para o hospital particular Samaritano, em Botafogo.

Em despacho, Alexandre de Moraes pediu um laudo médico detalhado à defesa, dentro de 48 horas, para analisar se o político necessita mesmo da internação fora do presídio. A decisão é de quinta-feira (2).

A defesa de Jefferson alega que ele tem saúde frágil e toma 22 comprimidos por dia , depois de cirurgia bariátrica e tratamento contra um câncer nos últimos anos.

O ex-deputado é investigado no inquérito que apura a organização e o funcionamento de uma milícia digital voltada a ataques contra a democracia. Ele acabou preso em 13 de agosto.

Essa organização se dividiria em núcleos: de produção, de publicação, de financiamento e político. Outra suspeita é de que o grupo tenha sido abastecido com verba pública.

Roberto Jefferson foi o pivô do escândalo do mensalão, em 2005. Em novembro de 2012, no julgamento do mensalão no STF, ele foi condenado a 7 anos e 14 dias de prisão, pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Nos últimos anos, já sem mandato parlamentar, Jefferson se aproximou do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

*Informações do Metrópoles.


Compartilhe esse post

SESAP ALERTA OS MAIS DE 74 MIL POTIGUARES COM A D2 EM ATRASO: “VACINE-SE!”

  • por
Compartilhe esse post

ASCOM SESAP

Nesta sexta-feira (03) foi iniciada a vacinação de gestantes, puérperas e lactantes entre 12 e 17 anos; dia 15 começa a aplicação da terceira dose em idosos acima dos 70 anos

No Rio Grande do Norte, 74.453 potiguares estão em atraso com a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19. Diante da transmissão comunitária da variante delta em Natal e casos confirmados no estado, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta e orienta a população para buscar as salas de vacinação mais próximas de suas residências e completar o esquema vacinal.

Até o momento, no RN há 3 casos confirmados de Covid-19 com a variante delta, 36 casos em investigação e nenhuma morte foi registrada. Estudos recentes mostram que as vacinas são eficazes contra a variante delta do coronavírus e a imunização pode evitar o contágio e disseminação da doença, o desenvolvimento de casos graves e morte.

De acordo com o último Informe Epidemiológico do Coronavírus divulgado pela Sesap, o Rio Grande do Norte tem 365.294 casos confirmados, com 52 casos confirmados nas últimas 24 horas; 172.151 casos suspeitos; 717.680 descartados; e, 7.270 óbitos, sendo 01 ocorrido em Natal nas últimas 24 horas e 1.339 óbitos estão em investigação.

80% da população adulta do RN já tomou a primeira dose da vacina contra Covid-19, equivalente a pouco mais de 2.149.284 potiguares com 18 anos ou mais. E, 36% da população adulta tomou a segunda dose ou dose única da vacina contra o coronavírus, correspondendo a mais de 964 mil potiguares, apontam os dados da plataforma RN + Mais Vacina.

Nesta sexta-feira (03), a taxa de ocupação dos leitos críticos estava em cerca de 32% no RN; 34% na região Metropolitana; 28% na região Oeste; e, 23,5% na região Seridó, conforme o Regula RN. Atualmente, o estado tem 229 leitos críticos Covid ativos, dos quais 152 estão disponíveis e 71 ocupados. Já em relação aos leitos clínicos Covid, 235 estão ativos, sendo que 179 estão disponíveis e 51 ocupados. Até ontem (02), 50,56% dos leitos críticos estão ocupados por idosos e 49,44% ocupados por pacientes não idosos.

É importante destacar que, as pessoas que ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 devem buscar as salas de vacinação para iniciar o esquema vacinal. As vacinas são seguras e eficazes no combate à doença.

Com o feriadão do dia 7 de setembro, a Sesap orienta ainda que os potiguares continuem adotando as medidas preventivas, como o uso de álcool em gel, a utilização de máscaras de proteção individual e realizando o distanciamento social, evitando aglomerações. Por meio da adoção dessas medidas juntamente da vacinação, é possível reduzir o risco de contágio e disseminação do coronavírus.

TERCEIRA DOSE

Com a variante delta em circulação no estado, a Sesap dará início, no próximo dia 15, a aplicação da terceira dose ou dose de reforço da vacina contra a Covid-19 nos idosos acima dos 70 anos de forma escalonada. Inicialmente, a terceira dose será administrada em idosos a partir dos 99 anos e, nos dias posteriores, a idade será reduzida até alcançar os 70 anos de idade.

Gestantes, puérperas e lactantes menores de 12 a 17 anos

Como noticiamos, nesta sexta (03), o Rio Grande do Norte iniciou a vacinação de gestantes, puérperas e lactantes de 12 a 17 anos. Para esse público-alvo, o Governo do RN e a Sesap distribuíram 4.572 doses da vacina da Pfizer com base nas estimativas informadas pelos municípios.


Compartilhe esse post

EMBAIXADA DOS EUA NO BRASIL ALERTA SOBRE OS ATOS NO SETE DE SETEMBRO

  • por
Compartilhe esse post

Foto feita no período que, enquanto a CPI avançava sobre seus atos e omissões e o Brasil contava já mais de 450 mil mortos, Bolsonaro se divertia com o empresário Luciano Hang, seu aliado

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil emitiu nesta sexta-feira (3) um comunicado alertando sobre os atos pró-Bolsonaro previstos para o feriado de Sete de Setembro.

Encaminhado aos cidadãos norte-americanos que estão no Brasil, a diplomacia recomenda “precaução” e pede para que os cidadãos americanos residentes no Brasil evitem os locais previstos para os atos.

“A Embaixada dos EUA no Brasil aconselha os cidadãos americanos a evitarem as áreas ao redor dos protestos e manifestações, já que mesmo manifestações com a intenção de serem pacíficas podem se tornar confrontativas”, alerta.

A embaixada também recomenda que os cidadãos fiquem atentos ao que publicar a imprensa brasileira sobre a situação dos protestos.

O alerta foi publicado em meio às declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre os atos marcados para o feriado. Segundo ele, o evento será um “ultimato” para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

*Informações: Congresso Em Foco.


Compartilhe esse post

“BOLSONARISMO INCENTIVA COMPORTAMENTOS RACISTAS, HOMOFÓBICOS E DISCURSOS DE ÓDIO QUE AMPLIAM E LEGITIMAM AS VIOLÊNCIAS”

  • por
Compartilhe esse post

Direitos LGBT+: Natália Bonavides apresenta projeto para promover emprego e  renda para a população trans e travesti ⋆ PT na Câmara
Deputada Natália Bonavides. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Nesta sexta-feira (03), a deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) se posicionou acerca da declaração emitida pela deputada estadual Dra. Silvana (PL-CE), que causou polêmica, nesta quinta-feira (2), em meio às discussões em torno de um projeto do governo do Ceará que institui premiações de incentivo nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras). 

Segundo a parlamentar, pelo Ceará, estão tentando criar uma “militância ideológica”. Ela ainda comparou homossexualidade a roubo, embriaguez e prostituição: “Pecados“. A informação é do Diário do Nordeste.

Procurada pelo Blog Tulio Lemos, Natália Bonavides afirmou que o bolsonarismo incentiva esses comportamentos racistas, homofóbicos e discursos de ódio que ampliam e legitimam as violências.

“É inaceitável que tenhamos ataques contra a população lgbt+ ou qualquer outro grupo por sua identidade de gênero, orientação sexual, cor ou classe”, sinaliza Natália Bonavides.

As críticas foram feitas em relação ao uso da rede assistencial do estado para combater a discriminação. “Para mim, prostituição, bebedices, embriaguez, mentira, roubo e homossexualismo (sic), lesbianismo… é pecado”, afirmou Silvana.

Após as falas, outros parlamentares, como Augusta Brito (PCdoB) e Renato Roseno (PSol), defenderam que os equipamentos devem ser espaços de igualdade e livres de preconceito.

Reprodução

Augusta Brito apresentou complemento ao texto original da emenda, colocando como um dos objetivos dos Cras “estimular o fortalecimento da cultura do diálogo no combate a todas as formas de violência, de preconceito e discriminação”. A sugestão, contudo, incomodou a deputada evangélica.

“Eu aceitava até a palavra violência. Qualquer tipo de violência, nós somos contra. Sou contrária à violência contra o homossexual, contra a lésbica, contra o negro, contra o branco, contra o rico, contra o pobre, contra qualquer pessoa, assim como me foi ensinado pelo texto sagrado que é minha regra de fé”, disse.

Apesar das falas, a deputada afirmou não ser movida por preconceito, mas sim por um “conceito” estabelecido por sua religião.


Compartilhe esse post

“NÃO DEIXAREMOS LUNÁTICOS COLOCAREM EM RISCO A VIDA DE MAIS PESSOAS”, DIZ DÓRIA EM RESPOSTA A MINISTRO DA SAÚDE

  • por
Compartilhe esse post

Reprodução

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou, na última quarta-feira (1º), a aplicação de dose de reforço contra a Covid-19 em pessoas acima de 60 anos em São Paulo a partir do dia 6, próxima segunda-feira. A medida tinha sido anunciada pelo governador do estado, João Dória (PSDB), na tarde daquele mesmo dia, em coletiva de imprensa. A decisão vai contra as recomendações emitidas pelo Ministério da Saúde sobre a dose de reforço, que deve ser aplicada em pessoas de 70 anos ou mais, a partir do dia 15 de setembro.

O ministro, então, em entrevista à Rede Band, disse que: “A gente assiste o MS tomar uma decisão através do Plano Nacional de Imunizações (PNI) para vacinar a partir do dia 15 [de setembro], a gente já verifica que determinados governadores antecipam o calendário, incluem pessoas acima de 60 anos quando a decisão do PNI foi 70 anos”. Segundo Queiroga, a preocupação é de não conseguir atender a demanda do estado.

Após a fala do ministro, Dória foi às redes sociais se posicionar sobre o caso. Compartilhando a manchete do portal Metrópoles, ele disse que: “O Governo Federal insiste em atrapalhar quem trabalha. Enquanto fazem bravatas, compram cloroquina e pregam contra uso de máscaras, nós trabalhamos e vacinamos a população”. Ele ainda complementa dizendo que “não deixaremos lunáticos colocarem em risco a vidas de mais pessoas”.

Dória ainda respondeu a fala de Queiroga sobre sua preocupação com a demanda de vacinas, que pode não ser suficiente. “O Estado de São Paulo tem cerca de 22% da população. Esse é o número de vacinas que temos direito de receber”, afirmou o governador.

*Com informações do Metrópoles.


Compartilhe esse post

CENTENÁRIO DE PAULO FREIRE É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Luana Tayze

Nesta sexta-feira (03), a Câmara Municipal de Natal realizou uma audiência pública do Centenário de Paulo Freire, proposta pela vereadora e presidenta da Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação, Brisa Bracchi (PT), o evento contou com a participação de movimentos sociais e autoridades da educação no estado do RN. 

Dentre os presentes na mesa, estavam o vice-coordenador do Fórum Estadual de Educação do RN, Alessandro de Azevedo,  o estudante Caio Santos, representante do movimento de juventudes Kizomba, o professor José Arnóbio, reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), a Deputada Estadual Isolda Dantas, além da educadora e militante do Coletivo Enegrecer, Júlia Almeida. Além deles, Ramiro Teixeira que atua na direção da Escola Estadual Professora Marta Pernambuco e é dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), que enfatizou a importância de Paulo Freire nos tempos atuais. “Essa audiência agrega pessoas que encontram na educação uma das formas de melhorar a vida das pessoas, além disso, eventos como esses dão visibilidade à espaços  e pessoas que muitas vezes são esquecidos, por fim tem uma importância política, pois nossos parlamentares precisam conhecer a realidade para saber como administrar para essas pessoas”, finaliza o diretor da escola. 

Para Brisa, a audiência pública sobre essa temática é necessária para lembrar dos ensinamentos de Paulo Freire e como ele colaborou para a educação emancipatória no nosso país. “Paulo Freire representa a construção de uma sociedade justa conquistada a partir da educação. Essa audiência pública é um marco que não deixaremos esse ideal se apagar. Se o Ministério da Educação não celebra o centenário de Paulo Freire, nós fazemos questão de lembrar”, enfatiza a vereadora. 

Paulo Freire foi reconhecido como Patrono da Educação Brasileira em 2012 pela Presidenta Dilma Rousseff. Além de ser o brasileiro mais homenageado da história, com pelo menos 35 títulos de Doutor Honoris Causa de universidades da Europa e América. O Professor é o 3º teórico mais referenciado no mundo inteiro, sendo o brasileiro mais estudado de todas as produções científicas do mundo. Ele exerceu uma de suas atividades em solo potiguar, em 1963, em Angicos, um grupo de professores, sob sua liderança, ensinou 300 adultos a ler e escrever em menos de 40 horas.


Compartilhe esse post

“NO GOVERNO BOLSONARO, DINHEIRO PÚBLICO NÃO BANCA OBRAS EM CUBA”, DIZ ROGÉRIO MARINHO APÓS ENTREGAR MORADIAS NO RN

  • por
Compartilhe esse post

Foto: Dênio Simões/MDR

O governo federal tem demonstrado decisão em contribuir para minimizar o déficit habitacional brasileiro, e no Rio Grande do Norte não tem sido diferente, pois nesta sexta-feira (3), o ministro potiguar Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional esteve em Parnamirim, na Grande Natal, para entregar 256 unidades habitacionais do residencial Irmã Dulce III.

As moradias entregues hoje fazem parte do programa Casa Verde e Amarela, e são voltadas para famílias de baixa renda. Marinho destacou que a gestão de Jair Bolsonaro recebeu as obras paradas.

Reprodução/Twitter

“Nós herdamos 170 mil unidades habitacionais como esta, paralisadas. Retomamos quase 70 mil. Porque este governo respeita o tributo do trabalhador brasileiro. Esta gestão tem uma orientação de priorizar os recursos para a população que precisa da ação do governo”, ressaltou.

Após a cerimônia de lançamento, o ministro ainda afirmou, via Twitter, que “no governo Bolsonaro, dinheiro público não banca obras em Cuba”.

Reprodução/Twitter

O residencial fica em um complexo com 768 apartamentos. A projeção é de que as unidades entregues nesta sexta beneficiem mais de mil pessoas.


Compartilhe esse post

MORTE: UMA ANÁLISE DE MIRANDA SÁ SOBRE A POLÍTICA DO GOVERNO BOLSONARO

  • por
Compartilhe esse post

O jornalista Miranda Sá publicou no último dia 31 de agosto um artigo em que fala sobre a morte. No texto, ele aborda a morte em suas mais diversas formas, a partir de uma viagem cultural sobre diversos países e seus costumes a respeito do assunto. Relata que foi a Paris no túmulo de Voltaire e “quis confirmar a lápide com o epitáfio escrito por ele mesmo: ‘O homem é o único animal que sabe que vai morrer um dia, triste destino!’”, diz em uma passagem do texto. 

Sua viagem pelas temáticas que exploram a morte não é em vão, o autor tece uma linha histórica e de raciocínio até chegar no contexto atual da pandemia. Então o texto torna-se crítico e político. No fim, ele faz severas críticas ao governo Bolsonaro, a quem ele diz que “Com mais de meio milhão de mortos, o Brasil ainda não ouviu do presidente Jair Bolsonaro sequer uma palavra de conforto às famílias enlutadas”.

Veja texto na íntegra:

MORTE

Por Miranda Sá

“Morte, morte, morte que talvez seja o segredo desta vida” (Raul Seixas)

O epigrafado, Raul Seixas, na sua belíssima composição “Canto para minha Morte” fantasiou que a Ela caminhava ao seu lado e acreditava que a encontraria brilhante, vestida de cetim…

Esta visão poética de Raulzito nos mostra que a espera da Morte nada tem de idealista; é inevitável, e por isto não se deve temê-la; fazendo-o, esbarra na incrível clarividência de Shakespeare que vaticinou que “os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez”.

Não me lembro se já contei num dos meus artigos saídos na imprensa escrita e, de um tempo para cá, virtualmente. Vai lá:  quando jovem tive a oportunidade de ir a Paris, e do aeroporto fui direto ao Cemitério Père-Lachaise para visitar o túmulo de Voltaire; quis confirmar a lápide com o epitáfio escrito por ele mesmo: “O homem é o único animal que sabe que vai morrer um dia, triste destino! ”

Foi uma lúcida compreensão da natureza humana do filósofo, embora haja pessoas que se julgam imortais…. Respeito os espíritas que falam por Chico Xavier, crendo “que ninguém morre”, apenas atravessa uma fase carnal para o aperfeiçoamento. E então se encontram com o católico Rui Barbosa que escreveu: “A morte não extingue, transforma; não aniquila, renova; não divorcia, aproxima”.

O verbete Morte dicionarizado é um substantivo feminino de etimologia latina “mors.mortis” originário do Indo-Europeu com a raiz “mor”, “morrer”, de onde chegou ao idioma português com o verbo morrer, mortandade e morticínio.

A morte é o fim da vida, da existência; figuradamente é a ausência definitiva de uma espécie, animal, planta, da criação material e mental. Metaforicamente, o físico Oppenheimer, que dirigiu o centro de pesquisas atômicas de Los Alamos, ao saber dos bombardeios atômicos em Nagasaki e Hiroshima, exclamou diante da sua equipe: – “Agora eu me torno a morte, o destruidor de mundos. ”

Mostrando sapiência e futurologismo 300 anos a.C., Epicuro, filósofo grego do período helenístico, escreveu: “A morte é meramente a separação dos átomos que nos compõe. Não anuncia, portanto, nem castigos nem recompensas para os homens. Não devemos temer nem a morte e menos ainda, as punições infernais inventadas pela ignorância e pela superstição. ”

Os rabinos antigos debitavam ao profeta Enoque o conhecimento de ciências ocultas, a criação da onomatomancia, jogo adivinhatório que vê nos nomes próprios o futuro das pessoas, e mesmo o tempo de vida….  Se funciona ou não, é difícil saber; mas é parte da mística judaica e se encontra na Cabala.

Vem, entretanto, de muitíssimo longe o culto dos mortos. As almas eram divinizadas e os ritos fúnebres parece que foram as primeiras manifestações religiosas nas antigas civilizações. No Egito dos faraós resumia toda a crença religiosa, na Índia apareceu antes de se adorar Indra, e na Grécia Zeus vinha após as preces dedicadas aos defuntos.

A idolatria pela morte ainda persiste viva na Índia e principalmente no México, onde nasceu o Dia dos Mortos, depois adotado pelo cristianismo a dois de novembro do Calendário Gregoriano. Era venerado antes dos astecas se tornarem um império, vindo dos náuatles, purépechas, tepanecas e totonacas que cultuavam a deusa Mictecacíhuatl, a chamada “Dama da Morte”.

Infelizmente, o respeito e a reverência pelos mortos são desprezados no contexto insensato do carreirismo político na pandemia do novo coronavírus. Com mais de meio milhão de mortos, o Brasil ainda não ouviu do presidente Jair Bolsonaro sequer uma palavra de conforto às famílias enlutadas.

Esta conduta desumana retrata uma personalidade doentia, incapaz de refletir sobre o significado da vida, como faz agora, ao oferecer fuzis a uma Nação que quer paz, segurança, saúde e pão.

Além disto, investindo contra o STF e o Congresso Nacional, poderes republicanos que devem ser respeitados, o capitão Bolsonaro prega a morte da Democracia sem contar com o apoio nacional.

Resta-lhe apenas o aplauso fácil dos bajuladores e dos agentes pagos nas redes sociais, sem contar com um só amigo que sopre no seu ouvido a observação de Honoré de Balzac: “de todas as sementes confiadas à terra, o sangue dos mártires é o que dá colheita mais rápida”.

*Texto publicado no blog do Miranda Sá.


Compartilhe esse post

FUNCIONAMENTO DO PARQUE DAS DUNAS E CAJUEIRO DE PIRANGI NÃO SOFRE ALTERAÇÃO DURANTE FERIADO

  • por
Compartilhe esse post

O Idema, Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, anunciou que os horários de funcionamento do Parque Estadual Dunas do Natal, com o nome de Jornalista Luiz Maria Alves, além do Cajueiro de Pirangi, em Parnamirim, não sofrerão alterações no período de sábado (04) a terça-feira (07), quando é  comemorado em todo o país o dia da Independência do Brasil.

As visitas aos locais, assim como manuseio dos equipamentos, seguem observando todas as medidas de segurança sanitária. Para a entrada também é necessário o uso de máscaras. 

O Idema tem estabelecido os protocolos de atendimento aos visitantes, como o respeito ao distanciamento entre as pessoas e normas de limpeza dos espaços. No Cajueiro de Pirangi, o equipamento passa por higienização das 12h às 13h15, todos os dias, e neste horário há uma paralisação das atividades.

Os brinquedos infantis do Parque das Dunas estão interditados, momentaneamente, para manutenção. O órgão está atuando para devolver a utilização dos equipamentos ao público com toda segurança

Reprodução/Twitter

Compartilhe esse post